quinta-feira, 21 de agosto de 2008

O que é a Nova Ordem Mundial ?

Guia do Estudante Esperto Para Compreender a Nova Ordem Internacional




Autora: Erica Carle - setembro de 2005






O Que É a Nova Ordem Mundial?




A essência da Nova Ordem Mundial (NOM) ou sistema de gestão internacional, é o gerenciamento por engenheiros sociais, em vez de um governo baseado numa Constituição escrita. Como você é afetado por esse sistema administrativo depende do que esses engenheiros sociais decidirem que o sistema deva fazer ou requerer de você. Os engenheiros sociais e os gestores de sistemas consideram-se cientistas que aplicam o método científico de controle comportamental de grupo. O seu comportamento e seus relacionamentos são considerados como objeto de investigação e de controle por aqueles que chamam a si mesmos de cientistas sociais. Você está entre suas cobaias de laboratório, e não tem nenhuma autoridade de decisão e, muitas vezes, nenhum conhecimento dos experimentos que envolvem a sua pessoa. Se a Nova Ordem Mundial for totalmente implementada, a independência, individualidade e liberdade que você ainda tem hoje irão desaparecer.




Não há nada de novo na idéia de gerenciar os outros, ou até mesmo de controlar o mundo. Essa tem sido a meta dos filósofos sociais há milhares de anos. No entanto, não precisamos voltar à história da antigüidade. Nossa maior preocupação é com o que está acontecendo em nossas próprias gerações. Isso pode ser bem entendido se nos delimitarmos aos séculos XIX e XX.


Objetivos da Nova Ordem Mundial




Para começarmos a entender a Nova Ordem Mundial (NOM) você precisa esquecer o que lhe foi dito sobre as diferenças filosóficas entre os Republicanos e Democratas, esquerda e direita, socialistas e libertários, capital e trabalho, revolucionários e conservadores, brancos e negros, etc. Os planejadores da Nova Ordem Mundial sabem que devem usar, influenciar, e prover para que todos esses grupos alcancem os objetivos perseguidos, que são:




1.Consolidar tudo;


2. Comercializar tudo;


3. Classificar tudo;


4. Reivindicar tudo;


5. Controlar tudo.




Se esses objetivos forem totalmente implementados, a liberdade de expressão, de personalidade, de metas e decisões pessoais, de responsabilidade individual, propriedade privada, empresa privada, moralidade, governos constitucionais, soberania nacional e liberdade religiosa não serão mais tolerados. Todas as pessoas, de todas as nações, estarão sujeitas ao sistema de gerenciamento da NOM. Para citar o matemático e filósofo francês Auguste Comte (1798-1856), um dos mais importantes planejadores do sistema mundial de gerenciamento:




"O objetivo mais importante desse Estado regenerado é a substituição dos Direitos por Deveres; subordinando assim as considerações pessoais pelas sociais. A palavra Direito deve ser excluída da linguagem política, assim como a palavra Causa da linguagem filosófica." (tradução nossa) [1]




"A única vida real é a vida coletiva da raça; a vida individual não tem existência, exceto como uma abstração." (tradução nossa) [2]




Ele também escreveu: "Quando o sistema estiver totalmente regulado, o efeito será assegurar uma maior unicidade, ao diminuir a influência do caráter pessoal." (tradução nossa) [3] Isso significa que para os planejadores do sistema mundial de gerenciamento da NOM, você, como indivíduo, é considerado sem caráter ou personalidade. Sua vida pessoal e seus objetivos individuais não são relevantes para eles, a não ser que esses objetivos estejam em conformidade com as metas sociais, econômicas e religiosas da Nova Ordem Mundial.


As Escolas Públicas e a Nova Ordem Mundial




Para demonstrar como os objetivos sociológicos, econômicos e religiosos da NOM estão sendo implementados, podemos olhar primeiro para as Escolas Públicas. A maioria dos estudantes e seus pais pensam que o propósito da escola pública seja o de ensinar informações essenciais e relevantes, além de habilidades vocacionais e recreativas, comportamento responsável e cortês e a apreciação pela nossa história nacional e pela Constituição. Após sua educação formal ter terminado, seus pais esperam que você responda por si mesmo moral e materialmente e cuide do seu próprio bem-estar social, além do cuidado moral, material e social dos filhos que você venha a ter, até que eles mesmos possam reivindicar essa mesma emancipação para si mesmos.




Por um momento, as metas daqueles que planejavam o currículo escolar nos municípios pareciam se identificar com os desejos da família e com as necessidades dos estudantes. Agora, no entanto, aqueles sociólogos que têm o poder de afetar as políticas nas escolas públicas não se preocupam com o que você precisa, ou com o que seus pais querem para você, ou com o respeito e apoio à Constituição do país. Os principais objetivos deles são CONSOLIDAR políticas, COMERCIALIZAR a instrução, CLASSIFICAR os indivíduos, REIVINDICAR jurisdição, estabelecer o CONTROLE e treinar você para se encaixar obedientemente no sistema deles de gestão mundial, sem hesitação ou protesto. Em 1928, o sociólogo Ross L. Finney escreveu:




"Um Novo Mundo está emergindo em que as estruturas sociais terão um formato diferente, os recursos sociais terão um calibre e uma abrangência diferentes de quaisquer outros registrados na história. É um Novo Pacto - de fato, um jogo diferente com novas cartas; e nós, que estamos vivos, somos privilegiados para testemunhar seu nascimento, por mais que muitos possam estar cegos para suas implicações a nós mesmos e à nossa prosperidade. E, para uma Nova Era, uma Nova Escola! (tradução nossa) [4]




O Conselho Nacional Para os Estudos Sociais




Uma organização chamada Conselho Nacional Para os Estudos Sociais (NCSS, de Nacional Council for the Social Studies), que surgiu a partir da Associação Nacional da Educação (NEA, de National Education Association) e promotora da Nova ordem Mundial, REIVINDICOU o poder de determinar o que você deve ou não aprender em geografia, história, governo, economia, psicologia, religião, política internacional, etc. Essas matérias foram CONSOLIDADAS muitas décadas atrás por sociólogos para que elas pudessem ser apresentadas conjuntamente sob uma agenda chamada Estudos Sociais. Esses líderes da NCSS agora decidem o que deve ser ensinado, como deve ser ensinado e como será decidida a sua aprovação.




Além do Conselho Nacional dos Estudos Sociais, os diversos Estados têm conselhos estaduais para estudos sociais. Por meio dos esforços dos conselhos estaduais - geralmente com a ajuda da Comissão de Educação dos Estados - projetos de lei são apresentados para definirem o padrão curricular da NCSS como exigência legal. Depois que essas definições são aprovadas em seu Estado, sua junta de educação local, os professores locais e seus pais terão pouco poder de opinar sobre o que deve ser aprendido nessas matérias. Se você, sua escola ou sua comunidade têm padrões diferentes e não se conformarem ao padrão requerido pela NCSS para a Nova Ordem Mundial, suas escolas poderão ser fechadas ou sua comunidade punida com a retenção de verbas federais, estaduais, ou das fundações privadas.


Agrupando as Pessoas Para Poder Controlá-las




É interessante investigar como essa conquista foi implementada. Como tudo que está ligado à nova Ordem Mundial, o CONTROLE é obtido por meio dos grupos de influência, mais particularmente dos líderes. A razão é que as pessoas que estão envolvidas emocionalmente com os grupos submetem-se à liderança. Elas também tendem a sentir uma fidelidade de CLASSE. Por exemplo, quando as autoridades eleitas se CONSOLIDAM em grupos para se encontrarem com autoridades de outras áreas, elas freqüentemente se deixam levar pela oratória e pelo espírito de camaradagem. No entanto, elas podem não entender completamente as implicações das idéias que são promovidas por oradores cuidadosamente selecionados e promovidas pelos facilitadores; as autoridades são manipuladas para sentirem-se na obrigação de apoiar o que o grupo apóia. Ao entregar sua lealdade a esses grupos secundários, as autoridades eleitas freqüentemente traem o principal juramento de lealdade para com você e os cidadãos dos estados, cidades e países a quem supostamente deveriam servir. O CONTROLE das autoridades do governo, educadores, congressistas, legisladores, homens de negócios, vereadores, juntas escolares, etc., por meio das organizações é parte do plano da NOM para a substituição da Constituição por tal sistema.




Por meio da CONSOLIDAÇÃO de organizações "cortinas de fumaça" nacionais ou internacionais, uma pessoa ou um pequeno grupo de pessoas podem tomar decisões e definir metas para centenas de milhares, até mesmo para milhões de pessoas. Eles podem definir os objetivos para você caso você não reclame. Lembre-se sempre que quem define os objetivos, ou apresenta a você aquilo que eles chamam de visão, missão, ou propósito, CONTROLA o seu comportamento. É melhor que você entenda completamente todos esses compromissos que lhe são propostos.


Definindo Metas e a Gerência Política




Definir os objetivos e propor visões e missões para grupos de pessoas é uma das preocupações favoritas dos filósofos e gestores sociais da Nova Ordem Mundial. Na educação, a definição de metas e visões serve para CONSOLIDAR políticas para que o currículo da NOM e da NCSS possa ser estabelecido nas escolas de todo o país. Quando você ouvir alguém usar a frase: "Devemos..." ou variações disto, como: "Precisamos...", "É essencial que façamos...", etc. sem adicionar a sentença "se quisermos..." , existe uma grande chance de que essa pessoa esteja tentando convencê-lo a deixar a idéia de pesquisa e pensamento independentes para apoiar qualquer objetivo ou programa que ela estiver promovendo.




É uma pena que poucos de nossos congressistas, deputados estaduais e vereadores estejam alertas o suficiente para detectarem o gerenciamento comportamental e o CONTROLE que foram direcionados a eles. Muitos deles foram enganados, lisonjeados, coagidos, subornados ou chantageados a entregarem suas legítimas autoridades para os tomadores de decisões da Nova Ordem Mundial. Isso, também, foi algo planejado. Em 1906, o sociólogo Lester Ward explicou como a legislação da Nova Ordem Mundial poderia ser implantada.




"Não se deve supor que essa legislação possa ser conduzida de maneira extensiva nas sessões abertas dos corpos legislativos. Esses, sem dúvida, precisam ser preservados, e cada nova lei deve ser finalmente adotada pelo voto de tais corpos, mas cada vez mais se tornará meramente uma maneira formal de colocar a sanção final da sociedade nas decisões que foram cuidadosamente elaboradas naquilo que pode ser denominado de laboratório sociológico. (tradução nossa) [5]




Goals 2000 - Controle é o Objetivo




A maioria dos governadores dos Estados Unidos é membro do National Governors' Association. Eles têm encontros nacionais para CONSOLIDAR suas decisões políticas. Em 1990, uma política foi definida para promover a adoção de metas educacionais nacionais. A administração republicana de Bush endossou a idéia em 1989. As corporações multinacionais e a Câmara do Comércio dos Estados Unidos também apoiaram. Depois, em 1994, o Congresso (democratas e republicanos) aprovou e autorizou o financiamento para a legislação Goals 2000: Educate America Act.




Originalmente, os Estudos Sociais não estavam incluídos, mas a NCSS achou que eles deveriam ser anexados à agenda nacional. Os líderes do NCSS nomearam um grupo de trabalho para desenvolver padrões curriculares CONSOLIDADOS. Esses padrões foram posteriormente adotados na maioria dos Estados como parte do Goals 2000: Educate América Act. Oito objetivos foram escolhidos e publicados. Os oitos objetivos educacionais do Goals 2000 não eram a parte importante dessa operação. Qualquer meta que soasse boa, juntamente com a promessa de liberação de verbas, poderia ter incitado os governadores e legisladores estaduais a aprovarem a legislação de autorização em seus estados. As verdadeiras metas do Goals 2000 são CONSOLIDAR a liderança sobre todos os estados; receber a CONCESSÃO de jurisdição sobre o currículo para CONTROLAR o que você e outros estudantes devem aprender; e eventualmente COMERCIALIZAR e CONTROLAR todos os recursos educacionais por meio das escolas licenciadas (Charter Schools) e tíquetes culturais.




Não foi nenhuma surpresa ver que as oito metas publicadas não foram alcançadas até o ano 2000. Isso quer dizer que o estabelecimentos de metas CONSOLIDADAS e a implantação da visão serão interrompidos? Muito pelo contrário! Para aqueles que estabelecem as metas, isso apenas significa que o Goals 2000 deve ser renomeado para "Metas de Educação para a América" e deve ser estendido para além do ano 2000 sem a especificação de um prazo de cumprimento. Mesmo quando o fracasso é obvio e as promessas não são cumpridas, o CONTROLE, uma vez tomado, nunca mais é devolvido pelos promotores regionais da NOM e do governo da Organização das Nações Unidas.


Os Fracassos das Escolas Públicas




Nas décadas recentes, a educação pública tornou-se alvo de uma grande carga de críticas. Como as escolas e os currículos sofreram a interferência daqueles que promovem a NOM com seu sistema de gestão mundial, os estudantes não estavam aprendendo o que seus pais, seus potenciais empregadores e eles mesmos sabiam que deveriam aprender. Habilidades em leitura, em ciências naturais, inglês, matemática e línguas estrangeiras estavam tristemente faltando em muitas escolas do ensino médio e até mesmo em formandos universitários. Todos os tipos de desculpas foram usados como:




* O problema está nos pais, que não se interessam pela escolarização dos filhos.


* O problema está em você e nos outros alunos porque vocês não estudam o suficiente ou se interessam pelo aprendizado.


* As escolas não estão utilizando o sistema de ensino correto. Precisamos experimentar novos sistemas.


* O problema é a falta de investimentos na educação. Se as escolas recebessem mais dinheiro, produziriam melhores resultados.


* O problema é a segregação, precisamos integrá-las.


* As classes estão superlotadas, precisamos de mais professores.


* As escolas públicas devem ter competições apoiadas pelo sistema de arrecadação de impostos. Precisamos de escolas especiais e de bolsas de estudos.




E assim tem sido por décadas.


Os Inimigos do Aprendizado




Poucos dos criadores de desculpas revelaram a possibilidade de você não estar sendo ensinado corretamente por que o sistema de gestão da NOM não quer que você saiba muito. Em seu livro A Sociological Philosophy of Education (Uma Filosofia Sociológica da Educação), publicado em 1928 pela McMillan Company, Ross L. Finney, professor assistente de Sociologia Educacional na Universidade de Minnesota, escreveu o seguinte sobre o que deve ou não ser oferecido aos alunos:




"... uma maior ênfase deve ser dada no currículo às novas ciências humanas e às belas artes, especialmente a primeira, e correspondentemente, menos tempo e energia devem ser gastos em matemática, na língua formal e nos idiomas estrangeiros... " (tradução nossa) [5]




"O que obviamente precisamos é de uma ciência da sociedade. Desde o tempo de Auguste Comte essa tem sido a aspiração da educação moderna. Em vez de cometer erros ao longo de uma crise até a próxima, a ciência deve dar à sociedade importância teleológica, e reduzir os fenômenos sociais para CONTROLÁ-LOS, como foi feito no mundo natural... [ênfase adicionada] (tradução nossa) [7]




"Para que a liderança dos inteligentes seja algum dia conseguida, a obediência dos estúpidos e ignorantes deve ser assegurada de alguma forma. A obediência, assim como a liderança, é o problema crucial da crise atual..." (tradução nossa) [8]




"Portanto, a segurança da democracia não deve ser buscada na independência intelectual das massas medíocres, mas em sua dependência intelectual. Não no que eles pensam, mas no que eles acham que pensam..." (tradução nossa) [9]




"O problema da democracia é qual subgrupo especializado deve funcionar como o córtex cerebral. Isso dependerá do sucesso de quem conseguir adestrar epigramas dentro das memórias das massas medíocres. Se os cientistas e os educadores deixarem de fazê-lo, então os enganadores egoístas e exploradores o farão. Mas pensar por si mesmas, essas massas medíocres nunca poderão." (tradução nossa) [10]




Aqueles de nós que não concordam com sociólogos como Ross L. Finney são CLASSIFICADOS como enganadores egoístas, exploradores, ou membros das massas medíocres. Os usurpadores da NOM não sentem nada por nós ou por nossa necessidade de aprendizado, a não ser desprezo. Muitos pais, professores, administradores, legisladores e governadores, etc., foram dominados pela agenda da NOM. Existe pouca chance de seu Estado e escola serem independentes do sistema gerencial da NOM. Por isso, é importante que você comece a reconhecer os inimigos do aprendizado até mesmo quando eles possuem educação superior, diplomas avançados, apoio das universidades, dos governos e das fundações e também toda a publicidade pré-planejada que precisam para impressionar aqueles que eles consideram enganadores egoístas, exploradores, ou massas medíocres.


A Declaração de Metas para as Escolas




Você deve entender que aqueles que pretendem tomar o CONTROLE de sua educação para limitar o acesso ao conhecimento não estão fazendo isso por que o amam ou o respeitam, mas sim por que querem REIVINDICAR e ter o CONTROLE sobre você. Quanto mais você souber sobre história, geografia, matemática, inglês, ciências, etc., mais poder terá para se defender contra a falsidade, o engano e a dominação.




Ao estabelecer metas, missões e visões, o NCSS encontrou uma forma de limitar o conhecimento em todas as matérias. Eu devo lembrá-lo que quem escolhe as metas para você controla seu comportamento. A declaração de meta para os estudos sociais que foi escolhida pelo Conselho Nacional de Estudos Sociais e adotada de forma similar e, algumas vezes, igual pelos estados é:




"... ajudar os jovens a desenvolverem habilidades de tomar decisões informadas e racionais para o bem-estar público, como cidadãos de uma sociedade culturalmente diversificada e democrática em um mundo interdependente." (tradução nossa)




Resolução de Problemas e Tomada de Decisões




Para a maioria das pessoas isso soa como algo bom, mas observe que é tudo sobre política e CONSOLIDAÇÂO mundial. Nada é mencionado sobre o que é bom para você, sobre dar-lhe o conhecimento para tomar decisões pessoais que sejam inteligentemente baseadas em fatos ou mesmo sobre ajudá-lo a se preparar para uma carreira de sua própria escolha. Nada também é mencionado sobre o que é bom para sua cidade, seu estado, ou para o seu país. Não - você é tratado como um membro dependente do mundo interdependente da Nova Ordem Mundial. Interdependência significa CONTROLE na sociologia da Nova Ordem Mundial e a perda do controle sobre seu próprio destino.




Metas curriculares, diretrizes e padrões para os estados e municípios são ordenados seguindo os moldes do NCSS e da Nova Ordem Mundial da ONU. Em todos os casos, o currículo está baseado na idéia de resolução racional de problemas e tomada de decisões e também no que a turma da Nova Ordem Mundial chama de interdependência. Você é compelido a tomar decisões relacionadas a problemas sociais pré-selecionados com base em informações limitadas disponíveis nas tarefas propostas em salas de aula.




Sendo assim, é importante conhecer outro fato que envolve o controle de comportamento. Aquele que define o problema para você controla seu pensamento. Seus pensamentos e seus esforços são direcionados a problemas que foram selecionados para você. Quando você expressa uma opinião sugestionada sobre algum problema social ou pessoal, está aceitando a agenda da Nova Ordem Mundial e reconhecendo uma obrigação de compartilhar seus pensamentos sobre tais problemas com seus colegas de classe. Você poderá então ser CLASSIFICADO, ou agrupado, de acordo com suas opiniões pessoais expressas publicamente.


Limitando o Conhecimento - Exigindo Opiniões




O tempo para aprender fatos e habilidades pode ser limitado quando é ocupado para ouvir ou debater as opiniões mal-informadas de outras pessoas. Além disso, um perigo especial está envolvido nesse tipo de educação para a tomada de decisões e solução de problemas. Você e seus colegas são encorajados a se juntarem em grupos e agirem de imediato com base nas opiniões e decisões que expressaram na sala de aula - nunca levando em consideração que suas opiniões e decisões podem mudar ao longo do processo de amadurecimento e depois de conhecer informações de outras fontes.




Se você expressar a opinião que gostaria de experimentar drogas e se envolver em relacionamentos sexuais, se disser que vai roubar ou se tornar violento, os professores são instruídos a não o advertirem sobre seu comportamento ou dizer que sua decisão é errada ou perigosa. Isso, dizem os planejadores curriculares, seria um julgamento de valores.


Não Existe Certo ou Errado, Apenas a Consciência Racional




Assume-se que nenhum dos problemas ou dilemas pessoais possam ser prevenidos ou resolvidos pelo autocontrole ou pelo comportamento moral. Como os planejadores curriculares justificam esse tipo de omissão? Seus professores são ensinados que qualquer comentário que diga respeito à moral é considerado uma crença não examinada baseada em autoridade. O Conselho Nacional de Estudos Sociais diz que a tomada de decisão deve ser o que é denominada por eles de racional, em vez de ser baseada na consciência de uma autoridade. Por exemplo, em Wisconsin os professores foram aconselhados assim:




"Uma criança geralmente entra na escola com o que R. J. Havighurst chama de consciência autoritária, adquirida de seus pais por meio de uma progressão de punições e recompensas. A criança logo aprende que não está equipada para todas as situações novas que enfrenta. Os amigos e professores se envolvem e muitas vezes suplantam os pais ao ajudá-la a encontrar soluções que são muitas vezes conflituosas com o que é oferecido pela educação dos pais. A tarefa dela, portanto, passa a ser mudar de uma consciência autoritária anterior para uma racional. Isso requer que ela aprenda um processo de decisão para sua própria satisfação dos conflitos que inevitavelmente aparecerão com qualquer mudança ou confrontação com uma visão de mundo opositora a faça questionar seus valores existentes." (tradução nossa) [11]




Decisões Baseadas na Consciência Não São Permitidas




Quando você é ensinado a duvidar de sua própria consciência em favor da tomada de decisão racional, muitos tipos de comportamentos destrutivos, ofensivos e imorais não mais serão questionáveis. Você aprenderá a encontrar razões para justificar qualquer tipo de comportamento que tenha algum apelo emocional. Por mais inacreditável que pareça, os professores no estado de Wisconsin foram advertidos a não exigir dos estudantes padrões tradicionais elevados:




"Tradicionalmente havia pouco questionamento sobre se as escolas deveriam promover valores como:




* Respeito à propriedade privada.


* Respeito aos adultos.


* Dizer por favor e obrigado nos momentos apropriados.


* Não usar linguagem grosseira ou gramaticalmente incorreta


* Ser limpo e arrumado.


* Não mentir ou colar."




"Agora, no entanto, em algumas situações isso é bastante controverso. Muitos processos e controvérsias comunitárias focalizaram-se no significado de "limpos", por exemplo. Inúmeras pesquisas atuais indicam que colar na escola, em vez de ser inaceitável, tornou-se a norma, e a maioria dos alunos não se sente culpado por isso. Os padrões de vulgaridade estão constantemente mudando e palavras que raramente ouviríamos anos atrás, estão agora sendo amplamente utilizadas. Embora muitos desaprovem esses desenvolvimentos, é muito necessário que os professores reconheçam que as mudanças estão acontecendo." (tradução nossa) [12]




Os Professores São Intimidados Pela NOM




Sabendo o que sabe sobre as metas da Nova Ordem Mundial, você poderá entender que a instrução acima para os professores pode ser encarada como uma ameaça velada, dizendo-lhes que é melhor não criticarem os comportamentos mencionados. Fazer isso pode torná-los vulneráveis a processos judiciais, ou talvez punição pelos seus superiores. Além disso, o Departamento de Instrução Pública de Wisconsin, seguindo as metas do NCSS, na realidade promoveu a idéia de que é aceitável para você e seus colegas de classe roubarem, serem, desrespeitosos, ingratos, vulgares, desleixados, "coladores" sujos, e mentirosos que não possuem consciência e, portanto, não têm nenhum sentimento de culpa por tal comportamento. A Nova Ordem Mundial da Organização das Nações Unidas não precisa de pessoas com caráter. Eles precisam apenas de pessoas que sejam maleáveis e manuseáveis.


Criando Problemas




A criação de problemas é outro aspecto inacreditável da educação da NOM. De Acordo com o NCSS, um dos maiores deveres dos professores é criar problemas emocionais para você:




"Qualquer tentativa que um professor faça de criar um problema sem provocar os alunos emocionalmente pode apenas resultar em um pseudoproblema. Quando os alunos ficam perturbados, contrariados, e até mesmo com raiva, estão mais próximos de terem um problema do que quando os professores fazem da preservação da objetividade a sua única preocupação. Um professor pode, algumas vezes, criar nos alunos um sentimento de que suas crenças, conceitos e valores são de alguma forma inadequados. Quando os alunos são desafiados a respeito de suas crenças, ficam mais inclinados a terem um problema autêntico em suas mãos... (tradução nossa) [13]




"Para o aluno se envolver na solução de problemas, ele deve estar confuso, incerto e ser desafiado sobre algo de sua experiência e ter o desejo de remover a dúvida por meio da investigação. Enquanto ele estiver certo sobre a verdade ou bondade de uma idéia ou ação em particular, ou enquanto permanecer despreocupado sobre o assunto, não estará envolvido na solução do problema. Assim, a tarefa inicial com a qual o professor se confronta é a de criar um estado de incerteza ou de dúvida na mente do aluno... o professor deve implantar o elemento da dúvida." (tradução nossa) [14]




"Estratégias Utilizadas Para Criar Problemas"




"Como a presença do elemento de dúvida ou desafio é uma condição necessária para a iniciação na atividade de solução de problemas, vamos considerar algumas estratégias que provavelmente provocarão essas reações...




"... O professor pode apresentar aos alunos um problema no contexto do conteúdo."




"... O professor pode incentivar os alunos a descobrir um problema no contexto do conteúdo."




"... O professor pode converter as crenças não examinadas dos alunos em problemas."




"... O professor pode apontar lacunas nos "padrões de crença" dos alunos, criando assim, problemas."




"... O professor pode apontar lacunas no conteúdo do curso, criando assim, problemas." (tradução nossa) [15]




Ensinar a resolução de problemas, tomada de decisões e interdependência pode parecer bom para muitos professores, membros da junta de educação, coordenadores curriculares locais, legisladores, pais e alunos. No entanto, se eles tivessem a oportunidade de ler o que está escrito acima, e o que os planejadores curriculares querem ao promover esse tipo de educação, todos aqueles que forem afetados podem ficar mais hesitantes antes de lhes dar sua sanção.


Mudando as Crenças




Lembre-se que os planejadores da NOM e seus gerenciadores querem o CONTROLE, mas sabem que não podem levá-lo a adotar seus planos se você estiver vigilante sobre suas intenções e se estiver firmemente convencido que fazer isso seria errado. É por isso, que muitos métodos foram arquitetados para impeli-lo a se questionar ou mudar sua cabeça sobre aquilo em que acredita.




Para que a Nova Ordem Mundial possa ter sucesso e alcançar suas metas, o judaísmo e o cristianismo estão entre as religiões que precisarão ser eliminadas. As pessoas que são guiadas pela Bíblia, pelos Dez Mandamentos e pelo que a Bíblia ensina sobre Deus não podem se tornar dependentes ou totalmente dedicadas às metas sociológicas do sistema gerenciador mundial. Elas não podem ser intimidadas a trocar sua moral e consciência por metas sociológicas. É por isso que o sistema não tolera a concorrência. Sua própria religião Positivista, ou a religião Humanista, deve prevalecer. O fundador da sociologia, Auguste Comte, escreveu:




"Falando do Positivismo como orgânico, queremos dizer que ele tem um propósito social; esse propósito é substituir a Teologia no direcionamento espiritual da humanidade." (tradução nossa) [15]




"A Sociologia substitui de uma vez por todas a Teologia como a base para um governo religioso para a humanidade." (tradução nossa) [17]




"O último passo nesse longo curso de treinamento é, agora, estabelecer uma verdadeira forma de subjetividade, substituindo a Teologia pela Sociologia." (tradução nossa) [18]




Em 1929, Ross L. Finney estava entre aqueles que trabalhavam em uma nova moralidade para a sociedade gerenciada. Ele escreveu:




"O novo regime não pode ser operado com as crenças do antigo... Com relação aos ideais pelos quais vivemos, eles também devem ser repensados, e erigidos em um sistema moral de educação eficaz e adequado." (tradução nossa) [19]




O Fim da Liberdade




A educação moral do sistema gerencial da NOM não tem nada que ver com a liberdade ou os princípios e ideais com base nos quais nossa nação foi fundada. O falecido B. F. Skinner, psicólogo da Universidade de Harvard, disse o seguinte:




"A hipótese que o homem NÃO É LIVRE é essencial para a aplicação de um método científico de estudo para o comportamento humano." [20] (tradução nossa)




Se você não quer ser uma pessoa sociologicamente controlada e um membro semi-ignorante da Nova Ordem Mundial da Organização das Nações Unidas, precisa reconhecer a importância do conhecimento e rejeitar as tentativas de manipulação emocional e limitação do conhecimento. O sistema de tomada de decisões e a solução de problemas da educação atual usa você, brinca com suas emoções e tenta aliená-lo daqueles de quem você mais deveria se aproximar. Isso cria animosidades entre você e seus colegas de classe; desperdiça um tempo valioso de aprendizado ao forçá-lo a formar opiniões e ouvir as opiniões desinformadas de seus colegas; além de desencorajar o comportamento inteligente e com base em princípios morais. Ele o faz ficar contra seu país e contra sua Constituição, a em favor do sistema gerencial da Nova Ordem Mundial.


O Que Você Pode Fazer?




Aprenda a reconhecer quando você está sendo usado ao invés de informado. Aprenda a reconhecer quando você está sendo enganado. Seja como um pesquisador e um como um repórter consciente. Não fique com medo de fazer perguntas investigativas quando tiver dúvidas sobre a filosofia que está por trás dos projetos, exercícios e jogos educacionais, especialmente se eles parecem totalmente inúteis ou destrutivos.




Se você quer ter alguma esperança em relação à dádiva da liberdade com a qual foi abençoado, precisa aprender e compartilhar a verdade. Se tem preocupações com a sua educação, compartilhe isso com seus pais. Poucos pais têm a mínima idéia do que acontece nas escolas. É responsabilidade deles descobrir, e a sua responsabilidade é a de ajudá-los.




Você não é uma cobaia de laboratório criada para servir à ambição dos cientistas sociais e dos gerenciadores do mundo. Não permita que sua educação seja limitada e corrompida, como se tudo o que você precisasse é ser treinado para obedecer ao sistema da inconstitucional Nova Ordem Mundial.




Lembre-se também que, se você realmente desejar, todo o conhecimento pode ser seu:




"Pedi, e dar-se-vos-á; buscai e encontrareis; batei, e abrir-se-vos-á. Porque aquele que pede recebe; e, o que busca encontra; e, ao que bate, abrir-se-lhe-á." [Mateus 7:7,8]




Notas Finais


1. Auguste Comte, System of Positive Polity, Vol. 1, LENOX HILL Pub. &Dist. Co.(Burt Franklin), New York, 1973. Publicado pelo autor em julho de 1851; pg 289.




2. Ibidem; pg 292.




3. Ibidem, Vol. 2, Publicado pelo autor em maio de 1852; pg 237.




4. Ross L. Finney, Ph. D., Professor Assistente de Sociologia Educacional, Universidade de Minnesota; A Sociological Philosophy of Education; The Macmillan Company, Nova York, 1929, pg 110.




5. Lester F. Ward, Applied Sociology, Ginn & Company, 1906. pg 338.




6. Ibidem, pg 187.




7. Ibidem, pg 280.




8. Ibidem, pg 386.




9. Ibidem, pg 389.




10. Ibidem, pg 397.




11. Knowledge, Processes " Values in the New Social Studies, Wisconsin Dept. of Public Instruction, Bulletin No. 185, 1968-1970, pg 43.




12. Ibidem, pg 45.




13. Problem-Centered Social Studies Instruction; Curriculum Series, Number Fourteen; National Council for the Social Studies, 1971; pg 1.




14. Ibidem, pg 59.




15. Ibidem.




16. Auguste Comte; System of Positive Polity, Vol 1, pg 45.




17. Ibidem; Vol .1, pg 364.




18. Ibidem, pg 471.




19. Ross L. Finney, Ph. D., Professor Assistente de Sociologia Educacional, Universidade de Minnesota; A Sociological Philosophy of Education, The MacMillan Company, 1929. pg 112.




20. Skinner, B. F.; Science and Human Behavior, The Free Press (Div. MacMillan Corp.), 1953.






Erica Carle é uma pesquisadora e escritora independente. Ela é Bacharel em Ciências pela Universidade de Wisconsin. Já produziu e escreveu para a televisão e rádio e também lecionou matemática e composição na escola particular em que seus filhos estudavam, em Brookfield, Wisconsin. Por dez anos, ela escreveu a coluna semanal "A Verdade na Educação", no Winconsin Report, e serviu como editora educacional para essa publicação. E-mail: ericacarle@sbcglobal.net.




Autora: Erica Carle; artigo extraído de Kjos Ministries, emhttp://www.crossroad.to


Tradução: Maria Stella Tupynambá


Data da publicação: 18/1/2006


Patrocinado por: C. e E. S. - Itá / SC


A Espada do Espírito:http://www.espada.eti.br/guia-nom.asp


Powered by Zoundry Raven

Nenhum comentário:

As 4 fases do Projeto Blue Beam