sábado, 4 de julho de 2009

A ANS vai monitorar redes privadas para prevenir cyberataques.

The seal of the U.S. National Security Agency....Image via Wikipedia

A ANS vai monitorar redes privadas para prevenir cyberataques.


A administração Obama vai em frente com um polêmico plano para que a Agência de Segurança Nacional monitore o tráfego de e-mail governamental e o tráfego de computadores oficiais que passam por redes privadas.

Testes de eficiência do programa - que é derivado de um usado por redes militares - eram para ter começado em fevereiro, mas foram adiados por causa de debates dentro da administração Obama.
Tanto a origem militar do sistema quanto o envolvimento da NSA tem suscitado preocupações quanto à privacidade.

O presidente Obama prometeu em maio que não haveria qualquer intrusão nas comunicações privadas, e a administração tem manifestado sua intenção de se consultar com grupos de privacidade e de liberdades civis em uma base contínua.

Ari Schwartz, vice presidente do Centro para Democracia e Tecnologia, disse a Associated Press que:"Há uma série de preocupações que vem com este processo, sendo um dos principais como proteger o sistema de forma que assegure que você não está monitorando sistemas privados. Eu não tenho uma resposta completa a essa questão. Mas o presidente fez essa promessa."

Apesar destas garantias, não é claro se dados não governamentais podem ser mantidos fora do sistema de monitoramento, e o plano tem críticos até dentro do DHS. O ex-secretário de Segurança Interna Stewart A. Baker, disse ao Washington Post, "As amargas batalhas sobre privacidade e o papel da ANS nos grampos domésticos pairam a segurança cibernértica como uma nuvem tóxica."

Baker, que serviu como conselheiro geral da ANS durante a administração Clinton, também sugeriu que a administração Bush deveria ser resposabilizada pela criação de muitos dos atuais problemas por tentar manter tanto do Einstein 3 secreto.

"A solução foi guardar segredo, de modo que permitiu que as pessoas de fora guardassem suspeitas," ele explicou, "assim qualquer um que desconfiasse da comunidade de inteligência só poderia presumir que isso era porque eles estavam fazendo algo que não deveriam estar fazendo."

fonte: rawstory.com

tradução: o observador e adaptação.

Nota: Os sistemas de monitoramento a cada dia se sofisticam mais, ninguém pode garantir que suas conversas telefônicas, seus e-mails, as páginas acessadas na internet não estão sendo monitoradas.

Sempre se garantem os direitos dos cidadãos e as boas intenções dos governos.

Mas quem garante que de uma hora para outra os governos deixam suas boas intenções e vão em busca de interesses inconfessáveis e dos que discordarem?

Os riscos são muitos e grandes, a democracia parece ser uma exceção no mundo, apesar de dizerem o contrário.

O alerta está dado!!!.

Reblog this post [with Zemanta]

Nenhum comentário:

As 4 fases do Projeto Blue Beam