quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

O 'Climategate' expõe a farsa do Aquecimento Global.

aquecimento global | Futuro de seus filhosImage by Carlos Eduardo R. via Flickr

O 'Climategate' expõe a farsa do Aquecimento Global.

Por Gregory Fegel, Pravda.ru
Publ. 30/11/2009

A internet esteve elétrica durante toda a semana passada com a notícia do que todos estão chamando 'Climategate' - o grande escândalo envolvendo emails vazados da Unidade de Pesquisa Climática da Universidade de East Anglia. Localizada na cidade de Norwich no Reino Unido, a Unidade de Pesquisa Climática é o centro principal para a 'ciência' que apoia a Teoria do Aquecimento Global. A UPC proporciona conselho 'científico' e orientação ao Painel Intergovernamental de Mudança Climática da ONU (IPCC).

Em 17 de novembro um delator anônimo baixou emails e arquivos de dados dos computadores da Unidade de Pesquisa Climática e, usando um servidor de internet baseado na Rússia, postou tudo em um website de 'céticos do aquecimento global' chamado A Saída de Ar. Logo depois os arquivos foram passados adiante para numerosos outros websites de 'céticos' e de saídas de notícias. Os arquivos vazados incluem mais de 1.000 emails e cerca de 3.000 documentos, e eles fornecem abundante evidência de falsificação de dados entre os cientistas da vanguarda da promoção da Teoria do Aquecimento Global.

Os emails vazados consistem de correspondência entre muitos dos principais pesquisadores no campo da ciência do clima e Aquecimento Global, incluindo o diretor da Unidade de Pesquisa Climática Phillip Jones e seu assistente, Keith Briffa; Michael Mann do estado da Pennsylvania; Malcolm Hughes da Universidade do Arizona; Kevin Trenberth do Centro Nacional para Pesquisa Atmosférica; James Hansen do Instituto Goddard de Estudos Espaciais da NASA; e James Holdren, novo 'Czar da Ciência' do presidente dos Estados Unidos Barack Obama. A autenticidade dos emails e documentos vazados foi verificada por Phillip Jones da UPC, Kevin Trenberth, e outros.

Os emails e documentos revelam que os cientistas da UPC e seus colegas nos Estados Unidos não somente falsificavam seus dados para 'provar' o Aquecimento Global, eles também colaboravam para evitar que cientistas qualificados que discordavam da Teoria do Aquecimento Global publicassem ou participassem do processo de 'revisão pelos colegas'. A crença no Aquecimento Global entre os cientistas não é um consenso; é uma ditadura.

O delator que baixou e postou os arquivos da Unidade de Pesquisa Climática trabalhava sob o nome 'FOIA', uma referência a Lei de Liberdade de Informação (Freedom of Information Act 'FOIA') nos Estados Unidos. A UPC repetidamente recusou os pedidos da Lei de Liberdade de Informação para liberar os dados nos quais seus modelos de computador e conclusões sobre o Aquecimento Global estão baseadas. A obstrução da liberação de informação sob a Lei de Liberdade de Informação é crime tanto no Reino Unido quanto nos Estados Unidos, e os cientistas culpados podem ser punidos com multas ou um período na cadeia.

No Reino Unido, o ex-chanceler Lord Lawson pediu uma investigação pública independente dos fatos da falsificação de dados da Unidade de Pesquisa Climática para apoiar a teoria do Aquecimento Global. Nos Estados Unidos, o senador republicano James Inhofe de Oklahoma anunciou que ele lançará uma investigação do escândalo do Climategate. O escritório de Inhofe enviou cartas aos cientistas envolvidos e para agentes federais avisando-os para "reter documentos (relacionados)." Na Austrália essa semana, dez membros do parlamento do partido dos trabalhadores demitiram-se de seus assentos em protesto pelo apoio de seu governo a proposta do plano de comércio de emissões, um equivalente do Plano de Comércio de Emissões da União Europeia e da legislação Cap and Trade dos Estados Unidos que está pendente.

O 'Climategate' não é um caso ordinário de falsificação de dados por uns poucos cientistas patifes. A fraudulenta teoria do Aquecimento Global tem proporcionado a base para um movimento político internacional que tem declarado metas de reestruturar completamente a economia global inteira baseado nessa teoria fraudulenta. O 'Aquecimento Global' é um jogo de trapaça perpetrado por cientistas desonestos e o governo e os líderes de corporações que proporcionam aos cientistas corruptos as oportunidades para avanço.

Se falharmos em parar uma maior politização e institucionalização da fraudulenta teoria do Aquecimento Global, nós muito certamente experimentaremos uma futura 'ciência' controlada por decreto do governo e um governo mundial que facilita as operações das corporações industriais enquanto impõe severas restrições e impostos arbitrários ao público em geral.

Este é o futuro que justificaria inteiramente a resistência e a rebelião entre a população internacional que será a vítima dessa maciça fraude global. Se falharmos em parar essa empresa fraudulenta pelos meios legais, certamente teremos uma futura opressão global baseada na fraude, com seus concomitantes crimes institucionalizados.

Fonte: http://english.pravda.ru/science/earth/110832-0/

Tradução e adaptação: O Observador


Reblog this post [with Zemanta]

Nenhum comentário:

As 4 fases do Projeto Blue Beam