segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Positive ID procura diabéticos como cobaias para estudo com implante de chip.

Is the Human Heart Just a Number?Image by Wings of Hope Photography via Flickr

Positive ID procura diabéticos como cobaias para estudo com implante de chip.

Por Jim Edwards - BNET

A Positive ID (PSID) vai começar um estudo de seu microchip implantável Health Link (conexão da saúde) em pacientes diabéticos, hipertensos e obesos.

O estudo - como tudo mais associado com a companhia anteriormente conhecida como VeriChip - é com certeza controverso. O chip Health Link é implantado sob a pele dos pacientes. Ele pode ser escaneado para os registros médicos do paciente online. Os críticos da companhia temem que o chip se torne obrigatório, levando a uma completa perda da privacidade médica, ou que os americanos se tornem incapazes de receber cuidado médico a menos que sejam chipados.

O BNET observou que a Positive ID também possui uma companhia de monitoramento de crédito e prevenção de roubo de identidade, a Steel Vault, e que prevê seus chips sendo conectados ao Google (GOOG), Microsoft (MSFT) e empregadores. A Positive ID mostrou o seu monitoramento de crédito e o chip Health Link em seu mais recente 10-Q

Enquanto o comunicado de imprensa dá poucos detalhes, ele indica que o estudo terá algo a ver com o chip Health Link e os clientes do HealthScreenDirect, uma companhia que oferece monitoramento para diabetes e colesterol alto. Diz que o estudo será:

...um estudo clínico em perspectiva, aleatório, comparativo que procurará visar a melhoria da supervisão da doença através do uso de uma apropriada, concisa, e atualizada avaliação das informações de saúde disponíveis tanto para os médicos que cuidam de pacientes diabéticos, hipertensos e obesos como para os próprios pacientes através da utilização do registro de saúde pessoal da Positive ID (Health Link) e do sistema eletrônico de registros médicos.

O CEO da Positive ID Scott R. Silverman disse em uma declaração que o estudo também avançará o chip sensível a glicose da companhia que está em desenvolvimento. Silverman está sem dúvida esperançoso que os pacientes com o chip - e com seus registros médicos online - terão melhores resultados em termos de controlar sua diabetes do que aqueles que o fazem do jeito antigo.

A questão não respondida é por que o acesso a registros médicos - ou até um microchip - poderia melhorar os resultados para os diabéticos. Geralmente, diabéticos monitoram regularmente a glicose de seu próprio sangue e tomam insulina ou outras drogas que sejam requeridas. Como a Positive ID prevê que os registros médicos eletrônicos online se encaixem nessa equação ainda não está claro.

Fonte: http://www.puppetgov.com

Nota: A ideia de um implante de microchip sempre está associada a benefícios, mas a perda de privacidade e de segurança nunca é mencionada. A tecnologia continua a evoluir e mais funções são mostradas, chegará um dia em que ninguém mais poderá viver sem algum implante eletrônico. Tudo para o nosso bem e nossa felicidade.


Reblog this post [with Zemanta]

Nenhum comentário:

TECNICAS DE CONTROLE MENTAL