terça-feira, 26 de outubro de 2010

Big Brother: A internet sob vigilância

User big brother 1984Image via WikipediaCada email e website vai ser armazenado


Cada email, chamada telefônica e visita em website é para ser gravada e armazenada depois que a Coligação do Governo reviveu o controverso plano bisbilhoteiro do Big Brother

Por Tom Whitehead, Editor de Assuntos Domésticos 

Isso permitirá aos serviços de segurança e a polícia espionarem as atividades de cada britânico que usa um telefone ou a internet.

Movimentos para fazer cada provedor de comunicações armazenar detalhes por pelo menos um ano serão revelados ainda este ano provocando temores frescos sobre um retorno ao estado de vigilância.

Os planos foram engavetados pelo Partido Trabalhista em dezembro passado, mas o Departamento de Assuntos Internos está agora pronto para revivê-los.

Isso vem apesar do Acordo da Coalizão ter prometido "acabar com o armazenamento de registros de internet e email sem uma boa razão."

Qualquer sugestão de uma "super base de dados" central foi descartada, mas espera-se que os planos envolvam que os provedores armazenem todos os detalhes dos usuários por um certo período de tempo.

Isso permitirá a segurança e as autoridades policiais rastrearem cada chamada telefônica, email, mensagem de texto e visita a website feita pelo público se eles argumentarem que é necessário para combater o crime ou o terrorismo.

A informação incluirá quem está contactando quem, quando e onde e quais websites são visitados, mas não o conteúdo das conversas ou mensagens.

O movimento foi enterrado na Revisão Estratégica de Segurança e Defesa do Governo, que revelou: "Nós apresentaremos um programa para preservar a capacidade de segurança, inteligência e as agências de aplicação da lei para obter dados de comunicação e interceptar comunicações dentro do arcabouço legal apropriado.

"Esse é necessário para acompanhar a evolução tecnológica e manter as condições que são vitais para o trabalho que essas agências fazem para proteger o público."

"Dados de comunicações fornecem prova no tribunal para garantir condenações daqueles engajados em atividades que causam danos graves. Tem um papel em todas as grandes operações de contraterrorismo do serviço de segurança e em 95 por cento de todas as investigações sérias do crime organizado." 

"Vamos legislar no sentido de pôr em prática os regulamentos necessários e as salvaguardas para assegurar que nossa resposta a essa mudança tecnológica seja compatível com a abordagem do governo para o armazenamento de informações e as liberdades civis."

Mas Isabella Sankey, diretora de política da liberdade, disse: "Uma das boas vindas iniciais do novo governo era 'encerrar o armazenamento abrangente de gravações da internet e de emails'.

"Todo o esforço para acumular mais dos nossos dados sensíveis e aumentar os poderes de transformação que equivaleriam a uma significativa inversão de marcha. As terríveis ambições do grupo de tecnocratas seniores de Whitehall não devem superar a privacidade pessoal dos britânicos cumpridores da lei."

Guy Herbert, secretário geral do grupo de campanha No2ID, disse: "Nós não deveríamos ficar surpresos que os interesses dos impérios burocráticos sejam superiores a liberdade.

"É decepcionante que os novos ministros parecem continuar a tradição dos seus antecessores de credulidade."

Fonte: www.telegraph.uk.com     

Nota: Parece haver um esforço global no sentido de vigiar os cidadãos de todas as formas, as desculpas são sempre as mesmas: combate ao terrorismo, a pedofilia, a pornografia infantil e a pirataria.

No entanto, com o aparato tecnológico de bisbilhotagem eletrônica que as grandes potências possuem, inclusive o famoso Echelon, que parece servir apenas para vigiar em favor das empresas americanas como no caso da disputa comercial entre a França e os Estados Unidos pelo fornecimento de tecnologia para o programa de vigilância da Amazônia, conhecido como SIVAM, onde o Echelon gravou conversas da empresa francesa que disputava com a americana e virou um incidente diplomático muito comentado na época, bem, todo esse aparato não impediu o 11 de setembro, nem o atentado em Londres, nem em Madri. Por que eles não conseguiram se antecipar? E por que agora apontam suas baterias para os cidadãos comuns?

Quando eu digo global é porque além dos países europeus, da América e outros, aqui no Brasil já há algumas leis sendo apreciadas pelo congresso nacional cuja finalidade é bisbilhotar o que as pessoas fazem na rede. E tudo isso em nome da segurança. Até parece que os verdadeiros criminosos não sabem esconder suas pegadas digitais e dificultar ao máximo sua localização. Mas em nome da segurança seremos todos permanentemente vigiados, todos culpados até que se prove o contrário.

Aqui está o link para a lei Azeredo de controle da internet:  http://paisdaelitenews.wordpress.com/2010/10/25/internautas-sob-ameaca-lei-azeredo-conseguiram-piorar-o-que-ja-era-ruim/





              

  
  




 



Enhanced by Zemanta

Nenhum comentário:

TECNICAS DE CONTROLE MENTAL