domingo, 24 de outubro de 2010

Governo pega bebê recém nascido por causa das crenças políticas de seus pais

Governo pega bebê recém nascido por causa das crenças políticas de seus pais.

Casal que tomou parte no fórum de discussão online do Oath Keepers (Guardiões do Juramento) tem criança arrebatada em um chocante novo nível de perseguição estatal.

Por Paul Joseph Watson

Prison Planet.com

Atualização: Nós agora obtivemos uma cópia do depoimento que confirma que os Irish foram alvo parcialmente por causa de sua associação com a Oath Keepers, além do fato de que compraram armas. Aparentemente, exercitar a segunda emenda é agora justificação razoável para o estado roubar seu filho na América.

Um bebê recém nascido foi tirado dos braços de sua mãe por funcionários da Divisão de Serviços de Crianças e Família de New Hampshire acompanhados pela polícia depois que autoridades citaram a associação dos pais com a organização Oath Keepers como uma das razões primárias para a retirada, anunciando um chocante novo nível de perseguição onde as crenças políticas dos americanos estão agora sendo usadas pelo estado para sequestrar crianças.

O que era esperado ser uma das ocasiões mais felizes de suas vidas transformou-se em um pesadelo para Johnathon Irish e Stephanie Janvrin, depois que lhes foi dito pelo Diretor de Segurança e a enfermeira chefe do Hospital Concord que o bebê deles seria levado para ser checado pelo pediatra do hospital.

"Eles mentiram para nós - eles nos fizeram permitir levar nossa filha sob falso pretexto, nós nem sequer tivemos uma escolha," disse Irish. 

Quando Irish tentou impedir que sua filha fosse levada, o bebê foi imediatamente colocado em um carrinho, depois disso Irish viu três homens vestidos de terno acompanhados por oficiais da policia uniformizados bem como por detetives e assistentes sociais, que prosseguiram na tentativa de busca em Irish. 

"Eles me forçaram a ajoelhar, seguraram minhas mãos atrás das costas e deram uma tapinha nas minhas costas," disse Irish, antes a polícia me disse que eles estavam levando meu bebê.

"Minha noiva nem mesmo teve tempo de fazer um vínculo com o bebê - eles entraram e roubaram nossa criança," disse Irish. Foram dados aos pais alguns minutos com sua filha antes de serem forçados pela polícia a deixar o hospital. Irish foi subsequentemente dito que um "agente de segurança seguiria cada movimento dele.

O atestado em apoio da decisão de levar a criança, que foi verificado pela Oath Keepers, afirma, "A Divisão tomou ciência e confirmou que o Sr. Irish se associou com a milícia conhecida como The Oath Keepers," confirmando que as crenças políticas foram, entre outras razões, um dos fatores primários por trás do sequestro do bebê.

Mesmo se razões adicionais citadas no atestado, que são não comprovadas neste momento, pudessem ser consideradas razões suficientes para o estado levar o bebê, o fato de que afiliações políticas foram até mesmo mencionadas é uma denúncia de quão longe a guerra do governo aos americanos que discordam contra a autoridade avançou.

"Independentemente de outras alegações, é totalmente inconstitucional para as agências do governo listar a associação de Sr. Irish com a Oath Keepers em um depoimento em apoio de uma ordem de abuso da criança para retirar a sua filha de sua custódia," escreve o fundador da Oath Keepers Stewart Rhodes. "Fale sobre o discurso arrepiante! Se isso for permitido continuar, isso vai esfriar o discurso não só do Sr. Irish, mas de toda Oath Keepers e servirá como o camelo dentro da tenda para outras associações sendo considerado muito perigoso para os pais arriscarem. Assim, isso serve para esfriar o discurso de todos nós, em qualquer grupo que nós fazemos parte e que esses "agentes" não aprovem. Não se atreva a se associar com o grupo tal e tal, ou você pode estar na "lista" e depois os serviços de proteção à criança podem vir e levar seus filhos."

Os pais nem mesmo eram membros plenos da organização Oath Keepers, eles estavam simplesmente em uma lista de discussão relacionada ao grupo. Isso faz o caso ainda mais chocante - você nem mesmo tem de estar diretamente associado com um grupo que o governo considera ser uma "milícia" para ter seu bebê roubado - você simplesmente tem de estar envolvido em discussões online de questões relativas a Constituição e liberdade na América.

A organização Oath Keepers não é uma "milícia," como afirma o depoimento, é apenas uma rede frouxa de atuais e ex-militares e profissionais de aplicação da lei que têm jurado não obedecer a ordens inconstitucionais tais como confisco de armas, buscas sem mandado e internação em massa de americanos. O grupo está comprometido com a não violência.

Se este caso for permitido abrirá um futuro infernal para a liberdade de expressão e discurso político na América. Se pais viverem com medo de ter suas crianças roubadas pelo estado porque eles criticam o governo, os Estados Unidos podem se classificar entre as piores ditaduras da história que invocavam a ameaça de tirar as crianças das pessoas se elas falassem contra a tirania.

O fundador da Oath Keepers Stewart Rhodes anunciou que um fundo de defesa legal será criado para ajudar Irish, e que a organização, "perseguirá ativa e agressivamente para a solução jurídica e reparação."

“Vamos auxiliar na localização de conselhos locais legais competentes em New Hampshire e conselho adicional de especialistas ao redor do país sobre a primeira emenda e lei de custódia de criança," escreveu Stewart no website da Oath Keepers.

"Não pode haver liberdade de expressão, nem liberdade de associação, nem liberdade de até abrir sua boca e "falar a verdade ao poder," não há liberdade nenhuma, se seus filhos podem ser postos em sacos pretos e roubados de você por causa de seu discurso político e associações - porque você simplesmente ousa expressar seu amor ao país, e ousa expressar sua solidariedade e amizade com outros cidadãos e com militares do serviço ativo e aposentados e policiais que simplesmente prometem honrar seus juramentos e obedecem a constituição. Foi justamente para evitar tal ultrajante conteúdo baseado na perseguição de dissidentes políticos que nossa Primeira Emenda foi escrita."    

Por Paul Joseph Watson é o editor e escritor do Prison Planet.com.









        

    


 





















            

Enhanced by Zemanta

Nenhum comentário:

TECNICAS DE CONTROLE MENTAL