sábado, 12 de março de 2011

A China planeja rastrear os cidadãos de Beijing através de seus telefones celulares

Zhuyin on cell phone detail-2Image via Wikipedia
A China planeja rastrear os cidadãos de Beijing através de seus telefones celulares

O governo afirma que a tecnologia aliviará o congestionamento do tráfego, mas especialistas advertem que isso poderia ser usado para controlar dissidentes.

Por Tania Branigan, em Beijing

Guardian.co.uk

Os defensores dos direitos humanos têm expressado preocupação com os planos de rastrear cada usuário de telefone celular em Beijing através da tecnologia de posicionamento global.

A mídia chinesa reportou esta semana que projetos pilotos estavam sendo apresentados para uma "plataforma de informações do movimento dos cidadãos em tempo real", para ajudar com o gerenciamento do tráfego.

Li Guoguang, vice-diretor da comissão de ciência e tecnologia municipal de Beijing, disse que o projeto seria usado para enfrentar o congestionamento permitindo aos funcionários monitorar o fluxo de pessoas através do sistema de transporte.

"Até certo ponto, isso pode efetivamente aumentar a eficiência da viagem dos cidadãos e aliviar os engarrafamentos", ele contou ao Beijing Daily.

Ele acrescentou que os cidadãos seriam capazes de comprar informações, embora informações mais sensíveis - tais como a localização dos indivíduos - não estariam disponíveis.

Mas enquanto as estradas de Beijing estão cada vez mais congestionadas, especialistas dizem que há muitas maneiras de avaliar e gerenciar o tráfego e sugerem que o projeto está obrigado a ser usado para propósitos de segurança também.

"Certamente o uso da plataforma não estará limitado a coletar informação do trânsito. Funcionários em outras áreas, tais como antiterrorismo e manutenção da estabilidade, também o acharão útil," Chen Derong, professor de comunicações sem fio da Universidade de Beijing, disse ao jornal South China Morning Post.

"Eu acho que a despeito da desculpa do controle do trânsito isso é parte da escalada do uso de tecnologias para controlar o descontentamento social," disse Wang Songlian da Rede de Defensores dos Direitos Humanos Chinesa. Ela salientou que no último ano o governo apresentou o registro compulsório para qualquer um comprar um sim card.

"Um monte de ativistas têm dito que os telefones celulares deles já estão sendo rastreados pelas forças de segurança. Eles usam isso para localizar onde as pessoas estão e se outros ativistas estão indo para lá," ela disse.

Mas ela acrescentou: "Para pessoas comuns, o governo está preocupado a respeito de inquietação social. Frequentemente há uma faísca em algum lugar e todo mundo se reúne e publica a informação. Registrar as pessoas e rastreá-las, permite-lhes obter informações sobre protestos e punir os indivíduos."

A rádio nacional da China disse que o governo municipal esperava começar o projeto em duas partes da capital no primeiro semestre desse ano.

Fonte: www.guardian.co.uk

Nota: Isso é o prenúncio do que pode estar por vir para o futuro no mundo todo.
Enhanced by Zemanta

Nenhum comentário:

As 4 fases do Projeto Blue Beam