Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2012

O que é o ambientalismo? 4, 1ª parte – De Woodstock ao niilismo: toma corpo o movimento verde

O que é o ambientalismo? 4, 1ª parte – De Woodstock ao niilismo: toma corpo o movimento verde Rio+20 o longo caminho desde Woodstock
Foto Marcello Casal Jr-ABR

Dando continuidade à série sobre a história do movimento ambientalista, abordamos finalmente, o período mais recente desse movimento.

Mais precisamente desde o início dos anos 70, marcados pela explosão hippy e as transformações operadas no catolicismo em virtude da aplicação do Concílio Vaticano II.

Julgamos que poucas visões de síntese desse período histórico tão denso e decisivo do movimento ambientalista foram tão ricas em documentação quanto o trabalho do jornalista Robert James Bidinotto, “Ambientalismo, o inimigo da liberdade nos anos 90”.

Bidinotto adquiriu nomeada escrevendo para o “Reader’são Digest” sobre questões ligadas à justiça criminal, ao ambientalismop e à filosofia. No artigo que reproduzimos a continuação ele reúne felizmente exigência crítica e uma linguagem ágil mas respeitosa que torna accesível o intrincad…

Sociedades Secretas Ep.4. - Domínio do Mundo - Skull and Bones, Bilderbe...

A morte como solução ecológica

Português: Paul Ehrlich (Photo credit: Wikipedia)
A morte como solução ecológicaEscrito por Cristian Derosa

Graças à atuação de órgãos como a Unesco e a ONU, logo o controle populacional será consenso entre milhões de pessoas, que irão trabalhar, de forma “ecologicamente correta”, para sua própria destruição.

Em 1968, Paul R. Ehrlich deixou militantes de esquerda e direita horrorizados com o livro Population Bomb. Os de esquerda o acusavam de nazismo por querer matar metade da população pobre e os de direita por violar os direitos individuais e desvalorizar a vida humana. 
Mais tarde, em 1977, Ehrlich publicou junto de outros dois autores, o livro Ecosciencie: population, ressources, environment, que trazia a mesma idéia de controle populacional mas com um maior aporte de dados científicos e apoio de cientistas engajados na causa ecológica.
A partir daí a a defesa do meio ambiente ganhou um impulso a mais e já unia-se com os militantes do controle populacional que aliciavam as Nações Unid…

DO CONSÓRCIO INTERNACIONAL DE JORNALISTAS INVESTIGATIVOS

English: Logo of the U.S. Food and Drug Administration (2006) (Photo credit: Wikipedia)
DO CONSÓRCIO INTERNACIONAL DE JORNALISTAS INVESTIGATIVOS 
Em 24 de fevereiro, as autoridades ucranianas descobriram ossos e outros tecidos humanos amontoados em caixas refrigeradas num micro-ônibus branco encardido. 
Os investigadores ficaram ainda mais intrigados quando descobriram, entre as partes de corpos, envelopes cheios de dinheiro e relatórios de autópsia escritos em inglês. 
O que a batida apreendeu não era obra de um serial killer, mas parte de um escoadouro internacional de ingredientes para produtos médicos e odontológicos rotineiramente implantados em pessoas ao redor do mundo. 
Os documentos apreendidos sugeriam que os restos de ucranianos mortos eram destinados a uma fábrica na Alemanha pertencente à subsidiária de uma empresa norte-americana de produtos médicos, com sede na Flórida --a RTI Biologics. 
A RTI faz parte de um negócio crescente de empresas que lucram transformando resto…

Sociedades Secretas - Ep.2. - Os Illuminati

A religião ambientalista vista por um professor de filosofia

A religião ambientalista vista por um professor de filosofia Cultos extravagantes na Rio+20:
o que tem a ver ambientalismo com religião?
Com frequência neste blog temos focalizado a existência de uma estranha religião imanente no ambientalismo. E nos referimos ao ambientalismo que pretende ser o mais coerente com os princípios básicos do movimento.

Também, com relativa frequência, tem nos sido perguntado o por quê dessa insistência em dita religião incubada, ou em questões religiosas. Porque, a primeira vista, a problemática ambientalista é basicamente científica.

Compreendemos perfeitamente esta dificuldade e a olhamos até com simpatia.

Pois, essa dificuldade foi também a nossa. E, em certo sentido continua sendo.

Tivemos dificuldade em admitir a ideia de uma religião singular por trás do ambientalismo mais “genuíno”.

Porém, com o tempo, foi ficando evidente para nós que o movimento ambientalista só se compreende bem pressupondo uma crença peculiar que o explica. Panteismo que amalgama…

Os Illuminati Emburrecendo a Sociedade