sábado, 22 de junho de 2013

Falsas Revoluções Coloridas - Como Derrubar Governos com ONGs Globalistas


Este artigo mostra como as chamadas revoluções coloridas, como a que aconteceu no Egito, são orquestradas meticulosamente por ONGs financiadas pelo governo americano e globalistas como Bill Gates e George Soros.

Os mentirosos, degenerados e aproveitadores que povoam a organização chamada de "CANVAS" (Centro para Ações e Estratégias Não Violenta Aplicadas), baseada na Sérvia, afirmam que mesmo que os Estados Unidos os tenham financiado quando o governo da Sérvia foi derrubado em 2000, quem os financia atualmente é o setor privado. Infelizmente para estes intrusos, o próprio governo americano é "propriedade privada" de várias organizações que também financiam o CANVAS.

Estes parceiros incluem :

A organização é obviamente sensível acerca de quem lida com ela, seja parceiros ou financiadores. Desde os seus primórdios eles vêm mentindo sistematicamente sobre sua verdadeira natureza e seus propósitos.

O site Foreign Policy informou que "como toda a oposição a Milosevic, o movimento Otpor [agora conhecido como CANVAS] recebeu dinheiro do governo dos EUA e mentiu sobre isso. Quando a história real saiu após Milosevic ter caído, muitos membros deixaram a Otpor, sentindo-se traídos". A medida que a organização CANVAS foi exposta pela sua mais recente participação na revolução no Egito, eles rapidamente mudaram o título da página de "Parcerias" para "Links externos". Em um documentário recente, onde o CANVAS abertamente afirma a responsabilidade pelo treinamento e orientação da agitação em todo o planeta, eles reiteram que não são financiados pelo governo americano. Essa é uma afirmação dúbia na melhor das hipóteses, considerando seus associados e como sua "missão" se encaixa exatamente com os esforços de organizações financiadas abertamente pelos EUA e organizações como Movements.org.
O documentário produzido pela Journeyman Pictures mostra a organização CANVAS, seu fundador, e a história de como eles influenciaram "revoluções coloridas" em todo o planeta. Embora o documentário seja bastante objetivo sobre o seu assunto particular, ou seja, o papel da organização na agitação, dentro de um contexto maior e em meio a esmagadora evidência não há dúvida que estas revoluções são inteiramente projetadas e planejadas. Assista o documentário abaixo: (infelizmente apenas em inglês):






Aparentemente sem saber do gigante logo de capital estrangeiro da Otpor! que paira sobre seu ombro direito, Mohamed Adel do movimento "06 de abril" tenta convencer sua audiência que não houve conspiração estrangeira para trás da recente revolução no Egito.

O documentário conclui contemplando o futuro do Egito e Tunísia e as mudanças que estão por vir. O ativista egípcio Mohamed Adel do "06 de abril", enquanto se senta em frente a um banner gigante com o punho da organização Otpor financiada pelos EUA, afirma que os EUA é incapaz de influenciar milhões de pessoas, aparentemente sem saber da engenharia social e da manipulação da massa de 300 milhões de pessoas nos Estados Unidos, ou dos milhares de milhões enganados, ludibriados e manipulados globalmente pela mídia diariamente. Ele afirma que o povo egípcio quer ser dono de seu próprio destino - ironicamente com um logotipo da Otpor!, que é financiada pelos EUA, pairando sobre seu ombro, e mesmo depois dele próprio ter sido treinado na Sérvia pelo CANVAS. Além disso, seu próprio Movimento Jovem 06 de abril participou em 2008 de uma confabulação em Nova York patrocinada pelo Departamento de Estado Americano, para treinar para uma revolução agora reconhecidamente engenhada no exterior e liderada por Mohamed ElBaradei, um membro que faz parte da folha de pagamento da International Crisis Group, organização fundada pelo Banco Mundial e financiada por Bill Gates, George Soros e a Ford Foundation .

O filme afirma ainda que tunisianos estão ocupados desfrutando de suas novas "liberdades", mostrando imagens de pessoas falando ao telefone e conversando em público. Infelizmente, a liberdade não está apenas no falar, nem mesmo no voto numa eleição. Liberdade é ser o mestre indiscutível do seu próprio destino, ser politica e economicamente independente. No entanto, com os regimes nacionalistas depostos e em processo de "libertação econômica" nas terras recém despojadas pelo Departamento de Estado Americano, os regulamentos, decretos e leis serão impostos a essas "nações livres" pelos auto-proclamados árbitros internacionais - políticos financiados corporativamente - e tribunais "internacionais" artificiais e ilegítimos, todos estrangeiros e isentos de qualquer responsabilidade para com a população daqueles países, incluindo os tunisianos e os egípcios.

Assim como a elite financeira corporativa global, seu emaranhado de ONGs, e suas máquinas militares internacionais sobre a Líbia e a Síria, eles ainda estão "forjando" e se movendo contra outras nações soberanas, com sua engenharia social chamada de "revoluções coloridas". A lista é extensa, incluindo a Bielorrússia, Venezuela, Irã, Tailândia, China, Mianmar e ainda o Paquistão.

Conheça esses charlatães e saiba do seu jogo, pois ele está longe de terminar. E mesmo que hoje as suas obras sejam feitas às escuras em terras distantes, o empoderamento e a arrogância que eles ceifam de longe serão em breve trazidos para outros países. Nas ameaças ao Texas de uma "zona sem vôo" depois de uma tentativa de barrar a autoridade abusiva da TSA (Administraçãso de Segurança de Transportes: órgão de segurança dos EUA que impôe scanners corporais e revistas íntimas) já ecoa a loucura exercida na Líbia devastada pela guerra. A batalha da Líbia e o perigoso precedente que uma vitória dos globalistas criaria já está chegando nos EUA e virtualmente a qualquer lugar do mundo.

Gostaria de agradecer a Poliana, que colaborou na revisão deste artigo.

Fontes:
Activist Post: Fake Revolutions
Site da Organização Canvas
Filme "The Revolution Business - World"
Land Destroyer: CIA Coup-College

Fonte: http://www.anovaordemmundial.com
Enhanced by Zemanta

segunda-feira, 17 de junho de 2013

PRISM: Governo Big Brother A Olho Nú

 

Durante anos postamos artigos sobre a quantidade extrema de vigilância no estilo Big-Brother que está acontecendo nos Estados Unidos e no mundo. Enquanto alguns vem rejeitando essas histórias como "teorias da conspiração paranóicas", as revelações recentes sobre o projeto PRISM da NSA (Agência Nacional de Segurança dos EUA) provam que não havia teorias envolvidas - apenas fatos simples.

PRISM é um programa ultra-secreto que permite que a NSA acesse diretamente os servidores de vários serviços on-line e obtenha todos os tipos de informações sobre seus usuários.

Desde que a história veio à tona, alguns serviços como o Facebook negaram qualquer envolvimento com este programa, afirmando que a NSA não tem acesso aos seus servidores. O jornal britânico The Guardian no entanto, publicou slides do PowerPoint ultra-secretos vazados, usados em treinamentos de agentes da NSA, que afirmam claramente que: 1 - A NSA pode acessar diretamente esses servidores e 2 - A maioria dos principais provedoresde serviço estão diretamente envolvidos no programa. Aqui estão os slides:





Este slide claramente afirma "Coleta diretamente dos servidores 
desses prestadores de serviços dos Estados Unidos".

Aqui vemos que os espiões da NSA não pouparam esforços: e-mails, vídeos e 
chats de voz, transferência de arquivos e redes sociais são todos alvos. 
Sim, até mesmo chamadas de Skype podem ser espionadas por agentes.
Aqui vemos a data exata em que cada empresa se juntou ao PRISM. O primeiro a participar foi a Microsoft. À luz deste tópico recente no fórum sobre o console de jogos Xbox One da Microsoft, isso não é surpreendente. Agora que foi confirmado que o XBox vai exigir uma conexão com a internet a cada 24 horas, é bem possível que os dados coletados pelo console (áudio e vídeo) sejam transferidos diretamente para os servidores da NSA.

Alguém poderia perguntar: De onde vem essa enorme quantidade de dados são processadas? Em 2012, eu postei um artigo intitulado A NSA está construindo o maior Centro de espionagem do país, que dizia:

    "Quando a construção estiver concluída em 2013, a unidade altamente fortificada de 2 bilhões de dólares vai abranger 92 mil metros quadrados, incluindo quatro áreas de 2300 metros quadrados para abrigar intermináveis filas de servidores de alta potência. O centro vai ser alimentados com dados coletados por satélites de espionagem da agência, postos de escuta no exterior e salas de monitoramento secretas em instalações de telecomunicações em todo os EUA. O poder de processamento incrível deste mecanismo será utilizado para fazer a varredura de e-mails, telefonemas, mensagens de texto, tweets ou qualquer outro tipo de comunicação. Como um ex-oficial da NSA estados, mantendo o polegar e o indicador juntos disse: "estamos assim longe de um estado totalitário".

Eu acho que esta virada em um "estado totalitário" está agora em vigor.

O informante que vazou essa história é chamado Ed Snowden e o governo dos EUA está tentando processá-lo severamente. Aqui está um vídeo do YouTube dele descrevendo como o que está acontecendo agora é pior do que o romance de 1984.

Observe esta parte.

 "Porque mesmo se você não está fazendo nada de errado, você está sendo monitorado e registrado. E a capacidade de armazenamento desses sistemas aumenta a cada ano de forma consistente por ordens de magnitude que está chegando ao ponto em que você não tem que ter feito nada de errado, você simplesmente tem que eventualmente cair sob a suspeita de alguém, até mesmo por uma ligação telefônica errada. Eles podem usar o sistema para voltar no tempo e analisar minunciosamente cada decisão que você já fez. Cada amigo que você já discutiu. E atacá-lo com base nisso, para derivar as suspeitas de uma vida inocente, e pintar qualquer pessoa no contexto de um malfeitor."

Então, para aqueles que dizem "Se você não tem nada a esconder, você não deve se preocupar" ou o mais conhecido na língua portuguesa como "quem não deve não teme", você está errado. Absolutamente errado. E, para ser honesto, é esse tipo de atitude que vai destruir o que resta da liberdade e da privacidade nos EUA e no mundo. Além disso, se você estiver fora dos Estados Unidos - especialmente em países como o Canadá, Reino Unido ou Austrália - não acho que você esteja seguro. A elite não conhece fronteiras nacionais e o que tem se revelado nos Estados Unidos, é mais provável que já esteja acontecendo em muitos outros países.


Está na hora de acordar e das pessoas saberm que a privacidade, a liberdade e a democracia estão em sério perigo. Não há especulação, não há "chapéus de papel alumínio" (tin-foil-hat) e nenhuma teoria da conspiração. Isto é o que está acontecendo agora e se você valoriza a sua liberdade, é melhor você fazer algo sobre isso e fazer a sua voz ser ouvida.







  Fonte: Fórum Anti-NOM.

quinta-feira, 13 de junho de 2013

[Caso Snowden] O governo da ‘Blackwater Digital’



A avaliação de Daniel “Documentos do Pentágono” Ellsberg é definitivo: “Nunca houve, na história dos EUA, vazamento mais importante que a divulgação do material da Agência de Segurança Nacional, feita por Edward Snowden. Em entrevista de 12 minutos, publicada pelo Guardian, Snowden detalha seus motivos [1].

Agora, tudo que gira em torno da Agência de Segurança Nacional dos EUA (NSA) aponta para uma caixa negra num buraco negro. A caixa negra é o próprio quartel-general da Agência, em Fort Meade, Maryland. O buraco negro é uma área que inclui os subúrbios do condado de Fairfax, na Virginia, próximo da CIA, mas, principalmente, o cruzamento da Baltimore Parkway e da estrada Maryland Route 32.

Ali se encontra um conjunto de prédios comerciais, a menos de dois quilômetros de distância da Agência Nacional de Segurança, área da qual Michael Hayden, ex-diretor da Agência (1999-2005) disse a Tim Shorrock, da revista Salon que “é a maior concentração de ciberpoder do planeta”. Hayden chamou-a de “Blackwater Digital”.[2]

O blog Pro-Publica apresenta lista decente de cinco perguntas chaves ainda não respondidas sobre o buraco negro.[3] Mas no que tenha a ver com como é possível que um especialista em TI, de 29 anos, com pouca escolarização formal, tenha tido acesso a quantidade extraordinária de segredos
ultrassensíveis do complexo de segurança-inteligência nacional dos EUA, a resposta é simples: aconteceu como efeito direto da orgia de privatização da espionagem – sobre a qual muitos falam, sempre mediante eufemismos do tipo “responsabilidade do fornecedor”. Verdade é que toda a operação de praticamente todo o maquinário (hardware) e de todos os programas (software) com os quais opera a gigantesca rede de 16 agências de segurança dos EUA foi privatizada.


Investigação feita pelo Washington Post descobriu que as agências norte-americanas de segurança interna, de contraterrorismo e de espionagem negociam com mais de 1.900 empresas privadas.[4] Consequência óbvia desse tsunami de fornecedores privados – hordas de proletários high-tech “do conhecimento” em cubículos-tocas – é o acesso indiscriminado a peças ultrassensíveis do aparato de segurança. Um administrador de sistemas como Snowden tem acesso a praticamente tudo.

A “porta giratória” nem remotamente basta para explicar todo o problema. Snowden foi um dos 25 mil empregados da empresa Booz Allen Hamilton (“Somos visionários”), nos últimos três meses.[5] Mais de 70% desses empregados, segundo a empresa, têm passe livre para questões de segurança, fornecido pelo governo; 49% têm acesso aos ‘top secrets’ (como no caso de Snowden) e acesso ainda superior. O ex-diretor da Inteligência Nacional Mike McConnell é um dos atuais vice-presidentes da Booz Allen. O novo diretor da inteligência nacional, general aposentado, de ar sinistro, James Clapper, foi executivo da mesma Booz Allen.

Pelo menos, a opinião pública nos EUA – e em todo o mundo – pode agora começar a entender como acontece que uma menina pashtun, no Waziristão, seja assassinada num “ataque predefinido”. Tudo é efeito dos metadados obtidos pela Agência de Segurança Nacional privatizada dos EUA, multiplicados num esquema Matrix, que leva a uma “assinatura”, que é sinônimo de “ataque predefinido”. A menina pashtun, “terrorista” naturalmente, pode vir a metamorfosear-se em perigosíssima abraçadora de árvores ou manifestante do tipo que ocupa ruas e parques.

É tudo culpa da China 

Como sempre acontece, no instante em que Snowden revelou a própria identidade, a empresa-imprensa nos EUA passou a atirar diretamente na cabeça do mensageiro, sem dar atenção à mensagem. Esse ‘jornalismo’ foi, da mais reles tentativa de assassinato de reputação,[6] ao ex-agente da CIA que diz que muitos suspeitam que Snowden seja agente de possível golpe da espionagem chinesa.[7]

Também muito se discutiu o movimento à John Le Carre, com Snowden abandonando a boa vida no Havaí e voando para Hong Kong dia 20 de maio, porque “têm profundo envolvimento com a liberdade de expressão e o direito à divergência política”. O blogueiro Wen Yunchao, que trabalha em Hong Kong, escreveu, para a posteridade, que Snowden teria “saído da toca do tigre e entrado no buraco do lobo”. Seja como for, o visto de entrada carimbado no passaporte de Snowden no aeroporto Chek Lap Kok vale por 90 dias – tempo mais do que suficiente para pensar sobre o passo seguinte.

Desde 1996, antes de os britânicos devolverem a cidade à China, há um tratado de extradição vigente entre o tigre e o lobo.[8] O Departamento de Justiça dos EUA já analisa as opções disponíveis. É importante lembrar que o sistema judicial de Hong Kong é independente da China – conforme a concepção formalizada por Deng Xiaoping, de “um país, dois sistemas”. Assim como Washington pode tentar a extradição de Snowden, ele pode, por sua vez, pedir asilo político. Nos dois casos, poderá permanecer por meses, talvez anos, em Hong Kong.


O governo de Hong Kong não pode extraditar ninguém que se declare perseguido em seu país de origem. E, muito importante: o artigo 6º do Tratado determina que “nenhum fugitivo será entregue, se a ofensa de que a pessoa é acusada ou pela qual foi condenada é ofensa de caráter político.” Outra cláusula determina que nenhum fugitivo será entregue, se isso tiver consequências sobre “a defesa, as relações internacionais ou interesse público ou política pública essencial para – adivinhem! – a República Popular da China.”

Assim sendo, é possível que aí esteja um caso em que Hong Kong e Pequim terão de chegar a algum acordo. E mesmo que decidam extraditar Snowden, ainda assim ele poderá argumentar, em sua defesa, no tribunal, que se tratou de “crime político”. Em resumo – é possível que o caso se arraste por anos a fio. E é muito cedo para saber como Pequim agirá, para extrair da história o máximo de proveito. Situação de “ganha-ganha”, do ponto de vista chinês, seria equilibrar seu compromisso com a absoluta não interferência em assuntos domésticos de outros países, com o desejo chinês de sacudir o bote das frágeis relações bilaterais, sempre considerando o movimento de ‘anti-pivoteamento’ que o governo dos EUA ofereça em troca.

O mais consumado Panopticon 

A direita furiosa de sempre, nos EUA, como era de esperar, desconsiderou o gato de que Snowden não vê os analistas de inteligência – nem, sequer, o próprio governo dos EUA, per se – como gente “inerentemente do mal”.[9] Mas chama a atenção para o fato de que todos eles trabalham sob uma falsa premissa: “se um programa de vigilância produz informação valiosa, o valor da informação legitimaria o programa. Num só passo, demos jeito de justificar a operação do Panopticom”.

Ah, sim, que ninguém se engane! Snowden leu atentamente seu Michel Foucault (também falou de sua repugnância ante “as capacidades desse tipo de arquitetura da opressão”).

O trabalho de Foucault, que desconstruiu a arquitetura do Panopticon, já é clássico.[10] O Panopticon foi o sistema de vigilância levado ao ponto máximo, projetado pelo filósofo do utilitarismo, Jeremy Bentham, no século 18. O Panopticon – uma torre cercada de celas, exemplo pré-Orwell de “arquitetura da opressão” – foi concebido originalmente, não para vigiar uma prisão, mas para vigiar uma fábrica cheia de camponeses sem terra em situação de trabalho forçado.

Oh, mas esses foram os passados dias dos protocapitalistas rudimentares. Bem-vindos ao futuro (de privatização selvagem)! Ali, os senhores do buraco negro da Agência de Segurança Nacional, a “Blackwater Digital”, tudo comandam, desse seu mais consumado Panopticon de última geração.

 
Fontes:
Tradução: Vila Vudu

[2] Digital Blackwater: Meet the Contractors Who Analyze Your Personal Data, Alternet, June 10, 2013
[3] Top Secret America, Washington Post, June, 2010
[4] Digital Blackwater: Meet the Contractors Who Analyze Your Personal Data, Alternet, June 10, 2013.
[5] http://www.boozallen.com/
[6] http://www.politico.com/story/2013/06/10-things-to-know-about-edward-snowden-92491.html?hp=r2
[7] http://www.breitbart.com/InstaBlog/2013/06/10/Former-CIA-Officer-Intel-Considering-NSA-Whistleblower-Potential-Chinese-Espionage
[8] https://bulk.resource.org/gpo.gov/documents/105/td003.pdf
[9] http://www.washingtonpost.com/world/national-security/code-name-verax-snowden-in-exchanges-with-post-reporter-made-clear-he-knew-risks/2013/06/09/c9a25b54-d14c-11e2-9f1a-1a7cdee20287_story_1.html
[10] FOUCAULT, M. [1975] Vigiar e punir, trad. Raquel Ramalhete. Petrópolis: Ed. Vozes, 1987 (em PDF em ftp://ftp.unilins.edu.br/leonides/Aulas/Ci_ncia%20Pol_tica%20-%20I/Foucault%20-%20Vigiar%20e%20Punir.pdf ; alguns excertos úteis em http://www.educ.fc.ul.pt/docentes/opombo/hfe/momentos/sociedade%20disciplinar/Pan%C3%B3ptico.htm.



Fonte: www.anovaordemmundial.com

quarta-feira, 5 de junho de 2013

Relato de um insider revela pontualmente planos da Nova Ordem Mundial. Confira o que ja aconteceu e o que está por acontecer



[Imagem: pyramid2.jpg]

Planos da NWO expostos por Insider em 28 de dezembro de 1969
por Wemustknow.koen
Traduzido por Iara de Lorenzo:


Esta é uma transcrição de duas das três fitas sobre o "Sistema do Novo Mundo." As gravações 1 e 2 foram registradas em 1988 e são as recordações do Dr. Lawrence Dunegan a respeito de uma palestra que ele assistiu em 20 de março de 1969, em uma reunião em Pittsburgh, da Sociedade de Pediatria.
O palestrante desse grupo de pediatras (identificado na fita três gravada em 1991) foi o Dr. Richard Day (que morreu em 1989). Na época, Dr. Day foi professor de pediatria no Mount Sinai Medical School, em Nova York. Anteriormente, ele havia servido como Diretor Médico da Planned Parenthood Federation of America.
Dr. Dunegan era ex-aluno do Dr. Day da Universidade de Pittsburgh e estava bem familiarizado com ele, embora não intimamente. Ele descreve o Dr. Day como um “insider” da "Ordem" e embora a memória do Dr. Dunegan foi um pouco ofuscada pelo passar dos anos, ele é capaz de fornecer detalhes suficientes da palestra para permitir que qualquer pessoa esclarecida a discernir os verdadeiros propósitos por trás das tendências do nosso tempo. Esta é uma transcrição de um monólogo, conversa solta, que é melhor ouvir do que ler. "

New World System
As transcrições das fitas 1 e 2 Tape têm sido muito ligeiramente editadas para remover maneirismos verbais e para melhorar a legibilidade. A transcrição original, não editada, pode ser encontrada usando o seguinte link: http://100777.com/node/19 A Fita 3 é uma entrevista de Randy Engel, diretor da Coalizão dos EUA para a Vida, com o Dr. Larry Dunegan e foi gravada em 10 de outubro de 1991, em Pittsburgh, Pensilvânia. Este conjunto de três fitas de áudio podem ser encomendadas a partir do Fórum Florida Pro-família, PO Box 1059, Highland City, FL 33846-1059 ($ 20.00).

ÍNDICE:


-HÁ UM PODER, UMA FORÇA OU UM GRUPO DE HOMENS ORGANIZADANDO E DIRECIONANDO AS MUDANÇAS?

-TUDO ESTÁ NO SEU DEVIDO LUGAR E AGORA NINGUÉM PODE NOS DETER. -AS PESSOAS TERÃO QUE SE ACOSTUMAR COM AS MUDANÇAS.

-O REAL E AS METAS ESTABELECIDAS

-CONTROLE DA POPULAÇÃO

-PERMISSÃO PARA TER FILHOS

-REDIRECIONAR O PROPÓSITO DO SEXO

-CONTRACEPTIVOS UNIVERSALMENTE DISPONÍVEIS PARA TODOS

-EDUCAÇÃO SEXUAL COMO FERRAMENTA DO GOVERNO MUNDIAL

(...)

-TECNOLOGIA

-DIMINUIR A IMPORTÂNCIA DA FAMÍLIA

-EUTANÁSIA E A "PÍLULA DA MORTE"

-LIMITAÇÃO DO ACESSO À MEDICINA

-PLANEJAMENTO DO CONTROLE SOBRE A MEDICINA

-ELIMINAÇÃO DE MÉDICOS PARTICULARES

-NOVAS DOENÇAS DIFÍCEIS DE DIAGNOSTICAR E DE TRATAR

-SUPRESSÃO DA CURA DO CÂNCER COMO UM MEIO DE CONTROLE POPULACIONAL

-INDUZIR ATAQUES DO CORAÇÃO COMO FORMA DE ASSASSINATO

-EDUCAÇÃO COMO FERRAMENTA PARA ACELERAR O INÍCIO DA PUBERDADE E DA EVOLUÇÃO

-MISTURAR TODAS AS RELIGIÕES, AS VELHAS RELIGIÕES TERÃO DE DESAPARECER

-SUBSTITUIÇÃO DA BÍBLIA ATRAVÉS DE REVISÕES DE PALAVRAS-CHAVE

-AS IGREJAS NOS AJUDARÃO

-REESTRUTURAÇÃO DA EDUCAÇÃO COMO FERRAMENTA DE DOUTRINAÇÃO

-MAIS TEMPO NA ESCOLA, MAS NÃO IRÃO APRENDER NADA

-CONTROLE DE QUEM TEM ACESSO À INFORMAÇÃO

-ESCOLAS COMO O CENTRO DA COMUNIDADE

-ALGUNS LIVROS SIMPLESMENTE DESAPARECERÃO DAS BIBLIOTECAS

-MUDAR AS LEIS

-INCENTIVO AO ABUSO DE DROGAS PARA CRIAR UMA ATMOSFERA SELVAGEM

-ABUSO DE ÁLCOOL

-RESTRIÇÕES ÀS VIAGENS

-NECESSIDADE DE MAIS PRISÕES, E USAR HOSPITAIS COMO PRISÕES

-AUSÊNCIA DE SEGURANÇA

-CRIME USADO PARA GERENCIAR A SOCIEDADE

-REDUÇÃO DA PREEMICÊNCIA INDUSTRIAL AMERICANA

-MUDAR POPULAÇÕES E ECONOMIAS - ARRANCANDO AS RAÍZES SOCIAIS

-O ESPORTE COMO FERRAMENTA DE MUDANÇA SOCIAL

-SEXO E VIOLÊNCIA INCUTIDOS ATRAVÉS DO ENTRETENIMENTO

-RESTRIÇÕES DE VIAGEM E IMPLANTES DE IDENTIFICAÇÃO

-CONTROLE DE ALIMENTOS

-CONTROLE DO CLIMA

-SABER COMO AS PESSOAS REAGEM – FAZENDO COM QUE FAÇAM O QUE VOCÊ QUER

-FALSIFICAR INVESTIGAÇÕES CIENTÍFICAS

-TERRORISMO

-CONTROLE FINANCEIRO

-VIGILÂNCIA, IMPLANTES, E TELEVISÕES QUE TE VIGIAM

-CASA PROPRIA - COISA DO PASSADO

-A CHEGADA DO SISTEMA TOTALITÁRIO GLOBAL


HÁ UM PODER, UMA FORÇA OU UM GRUPO DE HOMENS ORGANIZADANDO E DIRECIONANDO AS MUDANÇAS?


[Imagem: totalitarismo2.jpg]

Houve muita coisa escrita, e muito foi dito por algumas pessoas que analisaram todas as mudanças que ocorreram na sociedade americana nos últimos 20 anos ou mais, e que têm olhado retrospectivamente na história dos Estados Unidos, e de fato, do mundo, e chegou à conclusão de que há uma conspiração que influencia, de fato, controla os maiores eventos históricos, não só nos Estados Unidos, mas também em todo o mundo. Esta interpretação conspiratória da história é baseada em pessoas fazendo observações a partir de fora, reunindo provas e concluindo que do lado de fora vêem uma conspiração. As suas provas e conclusões são baseadas em provas recolhidas em retrospecto. Quero agora descrever o que eu ouvi de um alto-falante em 1969, que em algumas semanas será agora 20 anos atrás.

O orador não falou em termos de retrospectiva, mas sim previu as mudanças que seriam trazidas no futuro. O orador não estava olhando de fora para dentro, achando que ele previu uma conspiração, ao contrário, ele estava do lado de dentro, admitindo que, de fato, havia um poder organizado, força, grupo de homens, que exercia influência suficiente para determinar os principais eventos que envolvem países ao redor do mundo.

[Imagem: earthhandsplash-pyradid.1.jpg]

Além disso, ele previu, ou melhor, ele expôs, alterações que foram planejadas para o resto deste século. Enquanto você escuta, se você recordar a situação, pelo menos nos Estados Unidos em 1969 e os anos depois, e depois recupera os tipos de mudanças que ocorreram até agora, quase 20 anos depois, eu acredito que você vai ficar impressionado com o grau em que as coisas que foram planejadas já foram cumpridas. Algumas das coisas que foram discutidas não se destinavam a ser realizadas ainda em 1988. [Nota: o ano da gravação], mas se destinam a ser realizadas antes do final deste século.

Existe um calendário; e foi durante esta sessão que alguns dos elementos do calendário foram trazidos para fora. Qualquer um que recordar dos dias da campanha de Kennedy, quando ele falou do progresso na década dos anos 60 ": Isso era uma espécie de clichê, naqueles dias -" a década dos anos 60 "Bem, em 1969, nosso palestrante estava falando da década de 70, a década de 80, e da década de 90. Antes disso, eu não me lembro de alguém dizendo "a década dos anos 40 e a década de 50. Então eu acho que este plano geral e o calendário tomou forma importante, com mais previsibilidade para aqueles que o controlam, em algum momento no final dos anos 50. Isso é especulação de minha parte.

Em qualquer caso, o orador disse que seu propósito era para nos informar sobre as mudanças que seriam trazidas nos próximos 30 anos ou mais, de modo que um sistema inteiramente novo no mundo inteiro estaria em funcionamento antes da virada do século. Como ele disse, "Nós planejamos entrar no século 21 com um início de execução."

TUDO ESTÁ NO LUGAR E NINGUÉM PODE NOS DETER AGORA

Ele disse, enquanto ouvíamos o que ele estava prestes a apresentar, "Alguns de vocês vão pensar que eu estou falando sobre o comunismo. Bem, o que eu estou falando é muito maior do que o comunismo! "Naquela época, ele indicou que há muito mais cooperação entre o Oriente e o Ocidente do que a maioria das pessoas imagina. Nas suas observações introdutórias, ele comentou que ele estava livre para falar naquele momento. Ele não poderia dizer o que ele estava prestes a dizer, até mesmo alguns anos antes. Mas ele estava livre para falar neste momento, porque agora, e eu estou citando aqui, "está tudo no lugar e ninguém pode nos deter agora."

[Imagem: pyramid_manipulation.jpg]

Ele passou a dizer que a maioria das pessoas não entende como os governos funcionam e até mesmo pessoas em altos cargos nos governos, incluindo o nosso, realmente não entende como e onde as decisões são tomadas. Ele passou a dizer que as pessoas que realmente influenciam as decisões são nomes que para a maior parte de nós seria familiar, mas ele não usaria nomes dos indivíduos ou nomes de qualquer organização específica. Mas que, se o fizesse, a maioria seria de nomes que seriam reconhecidos pela maior parte de sua audiência. Ele passou a dizer que eles não eram, sobretudo, pessoas em cargos públicos, mas pessoas de destaque que foram principalmente conhecidas em suas ocupações particulares ou posições particulares.

O palestrante foi o Dr. Richard Day, um médico e ex-professor de uma grande universidade do Leste, e ele estava se dirigindo a um grupo de médicos, cerca de 80 em número. Seu nome não poderia ser reconhecido por qualquer pessoa susceptível de ouvir isso. O único propósito em gravar isto é para dar uma perspectiva para aqueles que ouvirem em relação às mudanças que já foram realizadas nos últimos 20 anos ou mais, e uma pré-visualização sobre o que, pelo menos algumas pessoas, estão planejando para o restante deste século, para que eles possam entrar no século 21 com um começo de vôo. Alguns de nós não pode entrar nesse século.

Seu propósito em contar ao nosso grupo sobre estas mudanças que deveriam ser trazidas foi torná-las mais fáceis para nos adaptar a essas mudanças. De fato, como ele disse com bastante precisão ", que haveria mudanças que seriam muito surpreendentes, e em alguns aspectos difíceis para as pessoas aceitarem", e ele esperava que nós, como uma espécie de seus amigos, faríamos a adaptação mais facilmente se soubéssemos um pouco, de antemão, o que esperar.

AS PESSOAS TERÃO QUE SE ACOSTUMAR À MUDANÇA


[Imagem: il_fullxfull.240863427.jpg]

Em algum lugar nas observações introdutórias, ele insistiu que ninguém tivesse um gravador de fita e que ninguém tomasse notas, o que, para um professor, era notável de se esperar de uma audiência. Algo em seus comentários sugeriu que poderia haver repercussões negativas contra ele, acaso se tornasse amplamente conhecido que, de fato, ele tinha derramado o feijão, por assim dizer.

Quando eu ouvi pela primeira vez, pensei que talvez fosse uma espécie de viagem de ego, alguém querendo aumentar sua própria importância. Mas, com as revelações se desenrolando, eu comecei a entender por que ele poderia ter tido alguma preocupação em não tornar conhecido o que foi dito, embora este fosse um fórum bastante público, onde ele estava falando. No entanto, ele pediu que não fossem anotadas observações, sem uso de gravação.

Foi sugerido que poderia haver algum perigo pessoal para si mesmo se estas revelações fossem amplamente divulgadas. Novamente, quando as observações começaram a se desdobrar, e ouvi as coisas odiosas que foram ditas, eu marquei um ponto para tentar lembrar muito do que ele disse, de modo que pudesse associar minhas lembranças de eventos simples em torno de mim para ajudar minha memória no futuro, acaso eu quisesse fazer o que eu estou fazendo agora - esta gravação.

Eu também queria tentar manter uma perspectiva sobre o que estaria se desenvolvendo, se de fato, seguiria o padrão previsto – o que está! Neste ponto, de modo que eu não esqueça de incluí-lo mais tarde, eu só vou incluir algumas afirmações que foram feitas ao longo do tempo em toda a apresentação. Uma das declarações tem a ver com a mudança. A declaração foi: "As pessoas terão que se acostumar com a idéia de mudança, tão acostumadas a mudar, que vão estar esperando a mudança. Nada vai ser permanente."Isso muitas vezes apareceu no contexto de uma sociedade onde as pessoas pareciam não ter raízes ou amarrações, mas seriam passivamente dispostas a aceitar a mudança, simplesmente porque era só o que conheciam.

Esta era uma espécie de..., em contraste com gerações de pessoas até este momento, em que você espera que as coisas sejam de uma certa forma, e permanece no local como ponto de referência para sua vida.
Assim, a mudança deveria ser provocada, a mudança era para ser antecipada e esperada, e aceita, sem perguntas. Outra observação que foi feita, de tempo em tempo, durante a apresentação era. "As pessoas são muito confiantes, as pessoas não fazem as perguntas certas." Às vezes, ser demasiado confiante foi igualado a ser burro demais. Mas às vezes quando ele dizia que "As pessoas não fazem as perguntas certas", era quase com uma sensação de pesar, como se ele estivesse apreensivo com aquilo que ele fazia parte, e desejasse que as pessoas contestassem isso e talvez não fossem tão confiantes.

O REAL E AS METAS ESTABELECIDAS


Outro comentário que se repetiu ao longo do tempo, particularmente em relação às mudanças das leis e costumes era: "Tudo tem dois propósitos. Um deles é o propósito ostensivo que irá torná-lo aceitável para as pessoas e o segundo é a verdadeira finalidade de promover os objetivos da criação do novo sistema. Frequentemente ele dizia: "Não há outra maneira, não há outra maneira, não há outra maneira!" Isto parecia vir como uma espécie de um pedido de desculpas, especialmente na conclusão de descrever algumas mudanças especialmente ofensivas. Por exemplo, a promoção do vício em drogas que nós vamos falar mais tarde.

CONTROLE DA POPULAÇÃO


[Imagem: population_reduction.jpg]

Ele era muito ativo junto a grupos de controle populacional, o movimento de controle populacional e controle da população era realmente o ponto de entrada em detalhes após a introdução. Ele disse que a população está crescendo muito rápido. Número de pessoas que vivem no planeta deve ser limitada ou vamos ficar sem espaço para viver. Nós vamos superar nossa fonte de alimento e irá poluir o mundo com nossos resíduos.

PERMISSÃO PARA TER FILHOS


[Imagem: stock-photo--d-forbidden-sign-on-white-w...243061.jpg]

As pessoas não serão autorizadas a ter filhos só porque elas querem, ou porque são descuidadas. A maioria das famílias será limitada a dois. A algumas pessoas seria permitido apenas um, no entanto as pessoas em circulação podem ser selecionadas e autorizadas a ter três. Mas a maioria das pessoas seria permitido ter apenas dois bebês.Isso porque a taxa de crescimento zero da população é de 2,1 filhos por família concluída. Portanto, algo como a cada 10 famílias, uma pode ser permitida o privilégio do terceiro bebê. Para mim, até este ponto, de controle populacional "a conotação principal das palavras era a limitação do número de bebês para nascer.

Mas esta observação sobre o que seria “permitido” às pessoas e depois o que se seguiu, deixou bem claro que quando você ouve "controle populacional", significa mais do que simplesmente controlar os nascimentos. Isso significa o emprego de todos os esforços para o controle da população do mundo inteiro, um significado muito mais amplo a este termo que eu nunca tinha ligado a ele antes de ouvir isso. Conforme você ouve e reflete sobre algumas das coisas que você ouve, você começará a reconhecer como um aspecto se encaixa com outros aspectos em termos de controlar os esforços humanos.

REDIRECIONANDO O PROPÓSITO DO SEXO


Bem, para controle da população, o próximo passo natural, em seguida, foi o sexo. Ele disse que o sexo deve ser separado da reprodução. O sexo é muito prazeroso, e os estímulos são fortes demais, para esperar que as pessoas desistam dele. Produtos químicos nos alimentos e no abastecimento de água para reduzir o desejo sexual não são práticos. A estratégia seria, então, não diminuir a atividade sexual, mas aumentar a atividade sexual, mas de tal forma, que as pessoas não vão ter bebês.

CONTRACEPÇÃO UNIVERSALMENTE DISPONÍVEL PARA TODOS


A primeira consideração aqui era a contracepção. Contracepção seria muito fortemente incentivada, e seria ligada intimamente na mente das pessoas com o sexo. Elas pensariam automaticamente em contracepção quando estivessem pensando ou se preparando para sexo e contracepção seria disponível universalmente. Contraceptivos seriam exibidos muito mais proeminentemente em lojas, drogarias, até com cigarros e chicletes. A céu aberto, ao invés de escondido, sob o balcão, onde as pessoas têm que perguntar para eles e talvez se envergonhem. Este tipo de abertura era uma maneira de sugerir que os contraceptivos são tanto uma parte da vida como quaisquer outros itens vendidos na loja. Contraceptivos seriam anunciados e também distribuídos nas escolas em associação com a educação sexual!

EDUCAÇÃO SEXUAL COMO FERRAMENTA DO GOVERNO MUNDIAL


[Imagem: EDUCA%C3%87%C3%83O+SEXUAL.jpg]

A educação sexual era para fazer com que crianças se interessem cedo, fazendo a conexão entre o sexo e a necessidade de contracepção no início de suas vidas, mesmo antes que se tornem muito ativos. Neste momento, eu estava lembrando alguns dos meus professores, especialmente no colégio, e achei totalmente inacreditável que eles concordariam, muito menos a participassem na distribuição de contraceptivos aos alunos. Mas, isso apenas reflete a minha falta de compreensão de como estas pessoas operam. Isso foi antes de os programas baseados na escola clínica começarem. Muitas cidades nos Estados Unidos por esta hora já estão configuradas com base nas escolas clínicas, que são principalmente contracepção, controle de natalidade, clínicas de controle populacional. A idéia é que a conexão entre sexo e contracepção, apresentados e reforçados na escola, iria transitar para o casamento. Na verdade, se os jovens, quando eles amadurecerem, decidirem se casar, o casamento em si seria diminuído em importância. Ele indicou algum reconhecimento de que a maioria das pessoas provavelmente iria querer se casar, mas isso certamente não seria considerado mais necessário para a atividade sexual.

LIBERDADE DA HOMOSSEXUALIDADE


[Imagem: GAY.JPG]

“As pessoas terão permissão para ser homossexual", que é a maneira que foi dito. Eles não terão que esconder isso. Além disso, os idosos serão incentivados a continuar a ter vida sexual ativa em idades muito avançadas, tão longo quanto possível. A todo mundo vai ser dada permissão para ter sexo, para desfrutar da forma que quiserem. Vale qualquer coisa. Esta é a maneira que foi colocado. Além disso, lembro-me de ter pensado: "Como é arrogante este indivíduo, ou quem ele representa, para achar que eles podem dar ou retirar a permissão para que as pessoas façam as coisas!" Mas esso foi a terminologia que foi utilizada. A este respeito, a roupa foi mencionada. Estilos de roupas seriam feitas mais estimulantes e provocadoras. Já em 1969 foi a vez da mini-saia, quando essas saias mini-eram muito, muito curtas e muito reveladoras. Ele disse: "Não é apenas a quantidade de pele que é exposta que faz roupas sexualmente sedutoras, mas outras coisas mais sutis são muitas vezes sugestivas."

[Imagem: ROUPA+SEXY.jpg]

Coisas como movimento, e o corte da roupa, e o tipo de tecido, o posicionamento de acessórios na roupa. "Se uma mulher tem um corpo atraente, por que não mostrá-lo?" Foi uma das declarações. Não havia detalhes sobre o que se entende por "roupas provocantes", mas desde então se você assistiu à mudança de estilos de roupas, jeans são cortados de uma maneira que eles estão mais apertados na virilha. Eles formam rugas. Rugas são essencialmente setas. Linhas que dão uma visão direta para certas áreas anatômicas. Isso foi na época do "queimar o sutiã '. Ele indicou que muitas mulheres não devem sair sem sutiã. Elas precisam de um sutiã para ser atraente, então, ao invés de proibir sutiãs e queimá-los, sutiãs voltaria. Mas eles seriam mais finos e macios permitindo o movimento mais natural. Não foi especificado em contrário, mas, certamente, um sutiã muito fino é muito mais revelador do mamilo e o que mais está por baixo, do que os sutiãs mais pesados ​​que estavam em grande estilo até aquele momento.

TECNOLOGIA


Antes, ele disse que sexo e reprodução seriam separados. Você faria sexo sem reprodução e, em seguida, a tecnologia seria usada para a reprodução sem sexo. Isto seria feito no laboratório. Ele indicou que já havia muita pesquisa, muito estava em curso sobre fazer bebês em laboratório. Houve alguma elaboração sobre isso, mas eu não me lembro dos detalhes. Muito da tecnologia veio à minha atenção desde aquela época. Não me lembro de uma maneira que eu consiga distinguir o que foi dito do que eu posteriormente aprendi como informação médica geral.

DIMINUIÇÃO DA IMPORTÂNCIA DA FAMÍLIA


[Imagem: FIM+DA+FAM%C3%8DLIA.jpg]

As famílias seriam limitadas em tamanho. Nós já aludimos à ausência de permissão para mais de dois filhos. O divórcio seria mais fácil e mais prevalente. A maioria das pessoas que se casam vão se casar mais de uma vez. Mais pessoas não irão se casar. Pessoas solteiras se hospedarão em hotéis e até mesmo viverão juntas. Isso seria muito comum - ninguém sequer fazer perguntas sobre isso. Seria amplamente aceito como não diferente de pessoas casadas de estarem juntas.

Mais mulheres trabalharão fora de casa. Mais homens serão transferidos para outras cidades e em seus trabalhos, os homens iriam viajar mais. Portanto, seria mais difícil para as famílias ficarem juntas. Isso tende a tornar o relacionamento conjugal menos estável e, portanto, tendem a tornar as pessoas menos dispostas a ter filhos. Menos famílias extensas e mais remotas.

http://1.bp.blogspot.com/-7BsmQV5T-uQ/T3...DO.NET.png

Viajar seria mais fácil, menos caro, por um tempo, para que as pessoas que tivessem que viajar sentissem que poderiam voltar para suas famílias, não que eles estavam sendo abruptamente retirados de suas famílias. Mas um dos efeitos líquidos das leis de divórcio, combinados com a promoção de viagens, e as famílias, a transferência de uma cidade para outra, foi a de criar instabilidade nas famílias.

Se ambos, marido e esposa, estão trabalhando e um parceiro é transferido, o outro não pode ser facilmente transferido. Logo, ele ou ela fica pra trás ou então larga o trabalho e assume os riscos de não encontrar emprego no novo local. De qualquer jeito, é uma abordagem diabólica para essa coisa toda!

EUTANÁSIA E A PÍLULA DA MORTE


Todo mundo tem o direito de viver só pelo tempo que for. Os velhos já não são úteis. Eles se tornam um fardo. Você deve estar pronto para aceitar a morte. A maioria das pessoas. Um limite de idade arbitrário pode ser estabelecido. Afinal, você tem direito a jantares, tantos orgasmos, e tantos prazeres bons da vida. Depois de ter tido um número suficiente deles e você não for mais produtivo, trabalhando e contribuindo, então você deve estar pronto para por-se de lado em prol da próxima geração.

Algumas coisas ajudam as pessoas a perceberem que elas viveram o suficiente, ele mencionou vários delas. Não me lembro de todos elas, mas aqui estão algumas: o uso de tinta de impressão muito pálido sobre os formulários necessárias para as pessoas preencherem. As pessoas mais velhas não seriam capazes de ler a tinta pálida tão facilmente e precisariam da ajuda dos mais jovens. Padrões de tráfego de automóveis, não haveria mais faixas de tráfego de alta velocidade que os idosos com seus reflexos mais lentos teriam dificuldade para lidar e, portanto, perderia parte de sua independência.

http://3.bp.blogspot.com/-mukKaRjEmhg/T3...anasia.jpg

LIMITANDO O ACESSO À MEDICINA


Um item grande que foi elaborado durante algum tempo foi o custo da assistência médica, que seria onerosamente alto. Assistência médica seria ligada muito de perto com o próprio trabalho, mas também teria um custo muito, muito alto, para que ele simplesmente não ficasse disponível para as pessoas além de um certo tempo. A menos que eles tenham uma família extremamente rica, apoiando, eles vão ter que ficar sem cuidado.

E a idéia era que, se todo mundo disser: "Chega! Que fardo sobre os jovens para tentar manter as pessoas idosas ", em seguida, o jovem iria concordar em ajudar a mãe e o pai a fazer a passagem, desde que iste fosse feito de forma humana e com dignidade. Em seguida, o exemplo era - não podia ser um bom, festa de despedida, uma verdadeira celebração. Mamãe e papai tinham feito um bom trabalho. Em seguida, após a festa acabar, tomam a "pílula da morte”.

PLANEJAMENTO DE CONTROLE SOBRE A MEDICINA


O próximo tópico é Medicina. Não haveria mudanças profundas na prática da medicina. Em geral, a medicina seria muito mais bem controlada. A observação que foi feita em 1969 é que, "O Congresso não prosseguirá com o programa nacional de saúde, é agora, mais que evidente. Mas não é necessário, nós temos outras maneiras de controlar os cuidados de saúde ". Este viria de forma mais gradual, mas todo o serviço de saúde está sob controle apertado.

http://1.bp.blogspot.com/-54fy85jorX4/T3...ude-bh.jpg

Assistência médica estaria intimamente ligada ao trabalho. Se você não trabalha ou não pode trabalhar, você não terá acesso a cuidados médicos. Os dias de hospitais oferecendo atendimento gratuito, gradualmente, iriam escada abaixo, até se tornar praticamente inexistente. Os custos seriam forçados a fim de que as pessoas não fossem capazes de se dar ao luxo de ficar sem plano de saúde. As pessoas pagam por isso, você tem direito a ele. Foi só depois que eu comecei a perceber até que ponto você não estaria pagando por isso. O atendimento médico seria pago por outros. Portanto, você iria aceitar com gratidão, de joelhos, o que foi oferecido a você como um privilégio.
O seu papel de ser responsável pelo seu próprio cuidado seria diminuído. Como qualquer apartado aqui, isso não é algo que foi desenvolvido naquela época, eu não entendi na hora que era um aparte. A forma como isto funciona, todo mundo faz um plano de saúde, e se você não tem, então você deve pagar diretamente; o custo de seu tratamento é enorme.

A operadora de planos de saúde, no entanto, paga pelo seu cuidado, mas não paga a mesma quantia. Se você é cobrado, digamos, US $ 600 para o uso de uma sala de operação, a operadora não paga R $ 600; ela paga apenas R $ 300 ou $ 400. Esse diferencial de faturamento tem o efeito desejado: Ele permite que a operadora pague por aquilo que você nunca poderia pagar. Eles recebem um desconto que é indisponível para você. Quando você vê a sua conta, você é grato que a operadora de saúde pode fazer isso. E desta forma você é dependente, e praticamente obrigado a ter plano de saúde.

O faturamento conjunto é fraudulento. O acesso aos hospitais seria rigidamente controlado e a identificação seria necessária para entrar no edifício. A segurança dentro e em torno dos hospitais seria estabelecida e gradualmente aumentada de forma que ninguém sem identificação possa entrar ou se movimentar dentro do edifício.

Roubo de equipamentos hospitalares, coisas como máquinas de escrever e microscópios e assim por diante seria "permitido" e exagerado; relatos de que seria exagerado para que esta fosse a desculpa necessária para estabelecer a necessidade de segurança rigorosa até que as pessoas se acostumassem a ela.

[Imagem: chip+cut%C3%A2neo.jpg]

Qualquer um que se desloque num hospital seria obrigado a usar um crachá de identificação com foto e dizendo por que ele estava lá, funcionário ou técnico de laboratório ou visitante ou o que quer. Isso é para ser levado adiante gradualmente, deixando todo mundo acostumado com a idéia de se identificar - até que foi apenas aceito. Esta necessidade de identificação para se mover iria começar em pequenas formas: hospitais, algumas empresas, mas gradualmente expandir para incluir em todos os lugares!Observou-se que os hospitais podem ser usados para confinar as pessoas e para o tratamento de criminosos. Isso não significa, necessariamente, o tratamento médico.

Naquela época eu não conhecia o termo "Psicose Prison” (Prisão Psiquiátrica), da União Soviética, mas, sem tentar recordar todos os detalhes, basicamente, ele estava descrevendo o uso de hospitais, tanto para tratar os doentes, como para o confinamento de criminosos por outras razões que o bem-estar médico do criminoso. A definição de criminoso não foi dada.

ELIMINAÇÃO DE MÉDICOS PARTICULARES


A imagem do médico iria mudar. Já não seria visto como um profissional particular em serviço para pacientes particulares. O médico viria a ser gradualmente reconhecido como um técnico altamente qualificado - e seu trabalho iria mudar. O trabalho é incluir coisas como as execuções por injeção letal. A imagem do médico ser uma pessoa, poderosa e independente teria de ser alterada.

Ele passou a dizer: "Os médicos estão fazendo dinheiro demais. Eles devem fazer anúncios como qualquer outro produto. "Os advogados teriam que fazer publicidade também. Tenha em mente que esta era uma platéia de médicos, sendo falada por um médico. E era interessante que ele iria fazer algumas declarações bastante ofensivas para o seu público, sem medo de contrariar-nos.

O praticante solitário se tornaria uma coisa do passado. Aos poucos os die-hards (pró-vida) podem tentar resistir, mas a maioria dos médicos seriam utilizados por uma instituição de um tipo ou de outro. A prática de grupo seria incentivada, as empresas seriam incentivadas,em seguida, uma vez que a imagem corporativa da assistência médica tornou-se gradualmente mais e mais aceitável, os médicos cada vez mais tornam-se funcionários, em vez de contratantes independentes.

Junto a isso, é claro, de forma não declarada, mas necessária, está a idéia de que o empregado que serve a seu empregador, e não ao paciente. Então, nós já vimos um monte disso nos últimos 20 anos.

Fonte: forum.antinovaordemmundial.com
Enhanced by Zemanta

TECNICAS DE CONTROLE MENTAL