Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2014

Direitos Humanos: uma mais elevada forma de discriminação

O termo "direitos humanos" é desdenhado porque significa dar preferência às pessoas e causas favorecidas pelos cabalistas
Adaptado de Henry Makow Ph.D. Leis de "direitos humanos" são duplipensar orwelliano para dar "direitos" a algumas pessoas e tirar de outras. Grosso modo, homossexuais, ateus e Judeus têm "direitos humanos" enquanto Cristãos e heterossexuais não.  As leis empoderam certas minorias no intuit de desarmar e deserdar a maioria.  Eles, os “direitos humanos”, não têm nada a ver com justiça; são uma ferramenta de coerção estatal.
Isso não é exagero.  Em países onde esses conceitos maçônicos de "direitos humanos" e "tolerância" eram dominantes (por exemplo, México e União Soviética), as escolas cristãs eram fechadas, igrejas incendiadas e padres assassinados. Por causa das leis rascunhadas pelas elites alinhadas com os Rockefeller para minar a heterossexualidade e romper a família nuclear, esses elitistas não expressam …

NSA pode interceptar todas as conversas telefônicas em país alvo de espionagem

Segundo 'Washington Post', programa dá acesso retroativo a telefonemas O presidente americano Barack Obama fala ao telefone na Casa Branca(AFP) A Agência de Segurança Nacional (NSA) dos Estados Unidos desenvolveu um programa capaz de armazenar o áudio de "100%" das ligações telefônicas realizadas em um país estrangeiro. A informação foi publicada nesta terça-feira pelo Washington Post, com base em documentos vazados pelo ex-analista de inteligência  Edward Snowdene informações fornecidas por pessoas ligadas ao programa. Uma dessas fontes comparou o programa a uma 'máquina do tempo', que permite à agência revisar conversas até um mês depois de terem sido gravadas.

A operação de interceptação de voz chamada Místico teve início em 2009. Sua ferramenta Retro – de “recuperação retrospectiva” – atingiu plena capacidade contra o primeiro país que foi alvo do programa, em 2011. Documentos de planejamento apontaram operações similares em outr…

Conservador americano denuncia intromissão sórdida de neocons americanos na Ucrânia

Os neocons não se importam de que lado você está, contanto que eles lucremMichael Savage Permita-me ajudar você a compreender o que está acontecendo na Ucrânia enquanto esse país cai em caos armado, ameaçando expulsar Viktor Yanukovich, o presidente ucraniano legitimamente eleito, e colocar o país nas mãos de forças rebeldes lideradas por neonazistas ucranianos e radicais islâmicos chechenos. Victoria Nuland, vice-secretária de Estado dos EUA, junto com Susan Rice, assessora de Obama e mentirosa designada, são neoconservadores — em resumo, são neocons. Os neocons, primeiro na forma da Comissão Trilateral e mais recentemente como o Grupo Carlyle, fazem muito dinheiro em cima de conflitos militares. Quando o mundo está em guerra, os neocons e a indústria bélica que trabalha com eles lucram enormes quantias de dinheiro. Os neocons não se importam de que lado você está, enquanto puderem trabalhar com você para criar uma situação política que eles consigam fazer crescer até virar guerra, e aí…