segunda-feira, 23 de junho de 2014

Google: A Caminho do Domínio Global?


Você não acha que o Google ficaria satisfeito com um lugar no seu bolso, não é? A ferramenta de busca dominante do mundo tem apresentado uma impressionante propensão para um grande avanço nos últimos anos, mas até anunciar a aquisição da Boston Dynamics recentemente, era difícil dizer exatamente qual seria a estratégia de longo prazo da Big G. Agora nós sabemos. Google quer dominar o mundo. Tudo começou como uma ferramenta de busca na web, mas não vai parar até que o mundo inteiro funcione com a tecnologia do Google. Aqui está o plano de cinco etapas que Larry e Sergey montaram para levá-los de prodígios da start-up de fundo de garagem até arquitetos do plano mais ambicioso para o domínio corporativo global desde os dias da Standard Oil dos Rockefellers.

O fato de que o Google adquiriu a Boston Dynamics, empresa que produz robôs avançados chamou a atenção e provocou discussões sobre as possibilidades e os planos da empresa para estender a sua influência do mundo virtual para o real.

As atividades do Google parecem seguir um plano sistemático para ganhar gradualmente o controle sobre todos os aspectos da vida.

1. O controle sobre o fluxo de informações


"Depois de sua fundação em 1998, a empresa rapidamente ficou em primeiro lugar na pesquisa digital, e desde então está lá", lembra Planes. Hoje todos os dias o Google processa mais de 1.000 milhões de buscas em 146 idiomas, notas e a busca na Internet está em suas "mãos de ferro". "Os serviços adicionais desde Gmail até o YouTube ou Play Store para Android, oferecem acesso a certos tipos de informação,o que permite ao Google ainda mais controle sobre nossas vidas."


2. O controle sobre o acesso à informação

Se o navegador é o caminho da informação, então o hardware que usamos para pesquisa é um porteiro à sua porta, diz Planes. "O Google tem produzido o sistema operacional de smartphones mais popular do mundo, já que o Android ocupa 81% do mercado." Mas o Google não estava satisfeito e o computador foi levado mais longe: apenas aos nossos olhos, sob a forma do Google Glass. Embora os computadores transmitam informações, o Google Glass nos envolve com a informação como uma segunda pele. "As pessoas são leais aos iPhones, mas enlouquecerão pelo Google Glass, porque ele concederá tudo o necessário em qualquer momento. Um dia, no futuro não muito distante, você vai usaro Google Glass para chamar um táxi Google, que conduzirá sozinho apenas usando o software do Google. "

3. Controle sobre o transporte

Se alguém quer controlar tudo e todos, os veículos 'autotripulados' são imprescindíveis e o Google os tem. Os carros sem condutores eliminaria o "fraco fator humano" das ruas e economizariam bilhões de dólares. E enquanto nós estamos livres da tarefa de dirigir, poderíamos mergulhar na internet para encontrar mais informações no Google.

4. Controle do mercado de trabalho físico

A Boston Dynamics, que é a oitava empresa que o Google adquiriu este ano, é famosa por criar os robôs mais avançados do mundo. Embora a única coisa que essas máquinas sabem fazer até o momento seja andar e correr, assim como as pessoas e os animais, da mesma forma algum dia podem aprender a fazer outras tarefas, como preparar um jantar perfeito, por exemplo. "Pouco a pouco os robôs irão cuidar de todo o trabalho físico, deixando o intelectual aos humanos. É ai onde o Google será implementado na infra-estrutura econômica global", disse Planes.

5. O controle sobre a própria vida

Em setembro o Google anunciou a fundação de Calico, uma empresa que se dedicará à pesquisa sobre o envelhecimento, longevidade e a busca de formas de aumentar a vida útil. "Todas as ambições são pálidas comparadas com esta", diz Planes. "Com esta solução na mão, o Google vai controlar não só o seu acesso à informação, mas também quanto tempo você pode viver para acessá-la."

Leia mais:


Leia mais: http://www.anovaordemmundial.com/2013/12/google-caminho-do-dominio-global.html#ixzz35VyxtiKx

Nenhum comentário:

“Dia da Terra”, 1970: as 13 mais ridículas previsões

Por Jon Gabriel No último sábado, 22 de abril, foi celebrado o “Dia da Terra” – um evento anual lançado pela primeira vez em 1970. As...