terça-feira, 2 de agosto de 2011

A ONU pode mudar os capacetes azuis para verdes, e em seguida lançar guerras de pacificação de mudanças climáticas

Přílba s modrým potahem příslušníků mírových s...Image via Wikipedia
ONU pode mudar os capacetes azuis para verdes, e em seguida lançar guerras de pacificação de mudanças climáticas.

Por Mike Adams, editor de NaturalNews

As Nações Unidas podem em breve anunciar que simplesmente pela mudança da cor dos capacetes de seus soldados de azul para verde ela poderá intervir nos assuntos de nações soberanas sob a máscara da assim chamada pacificação da "mudança climática".

Enquanto você considera isso mantenha em mente que o atual bombardeio da infraestrutura na Líbia é também descaradamente chamado de "pacificação". Na verdade, não há praticamente nenhuma campanha militar que tenha sido conduzida nos últimos cem anos que não tenha sido vendida ao público como uma forma de criar "paz". Agora a ONU está a ponto de "promover a paz" usando capacetes verdes em lugar de capacetes azuis. A invocação de tudo "verde", parece, proporciona justificação para qualquer coisa hoje em dia....incluindo a guerra.

Essa nova iniciativa "verde" da ONU está posta para discussão na reunião especial com conselho de segurança da ONU, onde a organização decidirá se expande papel de "pacificação" para cobrir tudo que acontece em um mundo sofrendo sob as mudanças climáticas. Um artigo no The Guardian explica que esse plano envolve "...uma nova força ambiental de manutenção da paz - os capacetes verdes - que poderia entrar em conflitos causados pela diminuição dos recursos." (http://www.guardian.co.uk/environme...)

Justificativa para tropas da ONU em solo americano?

Isso daria a ONU justificativa para colocar uma força de "pacificação" em solo americano, é claro. Virtualmente todo o sudeste dos Estados Unidos - do Texas até o Distrito de Columbia - está agora suando sob uma severa onda de calor combinada com uma seca centenária em muitas áreas. Sob as novas iniciativas de "manutenção da paz de mudanças climáticas" da ONU, se o fracasso das lavouras resultarem em tumultos, eles poderiam trazer algumas centenas de milhares de tropas da ONU - todas usando capacetes verdes - e depois explicar que estão lá para nos salvar dos "conflitos causados pela diminuição dos recursos."


Por causa, você sabe, o VERDE significa o bem para nós, veja só. Talvez eles até pintem as pontas das balas de verde de modo que quando eles começarem a atirar nas multidões de manifestantes inocentes eles possam afirmar que não é um ato de guerra, mas sim "uma ação cinética verde." As ruas podem estar vermelhas de sangue, mas as notícias da noite apresentarão tudo a todos vocês como uma nova "iniciativa verde" que é boa para o meio ambiente.

The Guardian continua a relatar:

Em uma "nota conceito" oficial antes da reunião, a Alemanha disse que o conselho de segurança precisava formular cenários para lidar com os efeitos de temperaturas extremas e elevação dos mares. Como a ONU lidaria com os refugiados do clima?

Como vocês podem ver dessa citação, a ONU sente que ela tem de agir como a força policial do mundo, intervindo nos assuntos de soberania das nações, e até mesmo pintando seus capacetes de verde para tornar tudo aceitável para as massas. Se uma força militar estrangeira invade os Estados Unidos da América e coloca botas não americanas no solo, isso é chamado de invasão militar. Mas eu suponho que se eles pintarem seus capacetes de verde, está tudo bem, certo?

A esperança é que eles pintarão seus capacetes de verde neon, assim eles se destacarão como os casacos vermelhos dos soldados do império britânico em 1776, que se tornaram alvos fáceis.

Chegando em breve: Interrupção no suprimento de alimentos levando a distúrbios globais

Uma coisa as Nações Unidas estão acertando em tudo isso, a propósito, é a previsão implícita de que uma maciça falha nas lavouras está vindo em nossa direção. Dado o atual esgotamento de fontes de produção de alimentos (camada superficial do solo, fontes de águas fósseis, etc.) uma crise global de alimentos é agora inevitável. Os preços dos alimentos estão agora nas alturas ao redor do mundo, e o uso disseminado de organismos geneticamente modificados está preparando nossa civilização para uma devastadora falta de alimentos devido a contaminação de DNA das lavouras de alimentos.


As interrupções de produção de alimentos irão, é claro, levar a distúrbios por alimentos. E os distúrbios poderão se tornar bem feios em áreas altamente povoadas (nomeadamente as cidades), onde as pessoas importam aproximadamente 100 por cento de seus alimentos. Até em lugares como a cidade de Nova York poderemos ver distúrbios extremos por alimentos que nunca foram testemunhados antes na história da América. Mas isso dá a ONU o direito de intervir sob o pretexto dos capacetes verdes?

Os globalistas acham que sim.  A elite global não está apenas nos preparando para a ocupação da ONU com a desculpa da "manutenção da paz de mudanças climáticas", eles são também os que em primeiro lugar estão causando muitos dos problemas. Quem está por trás da invasão global dos produtos geneticamente modificados? É a elite global, é claro. É por isso que o Departamento de Estado americano foi flagrado em gravação dizendo que a Espanha deveria ser punida por resistir aos organismos geneticamente modificados (http://www.naturalnews.com/030828_G...)

Que tal as campanhas de vacinação global que são na realidade esforços de esterilização planejados para limitar o crescimento da população? (http://www.naturalnews.com/029911_v...). Depois há também a questão dos chemtrails (rastros químicos), do flúor e todos os outros produtos químicos sendo despejados no meio ambiente, que na prática causam problemas ao meio ambiente e que depois proporcionam justificação para a ONU aparecer e policiar o mundo. Não faria mais sentido apenas parar de envenenar o planeta com todos esses produtos químicos sintéticos para início de conversa?  

Mas não, quanto mais problemas há em nosso mundo, mas poder as forças de segurança são capazes de exercer sobre as populações. Conflitos permitem o controle. Guerra é poder, não a paz. Cada crise é uma oportunidade. "Nunca desperdice uma boa crise," a secretária de estado Hillary Clinton disse a famosa frase em uma conversa sobre mudanças climáticas. E esse é o ponto, veja: A elite global deseja explorar as próprias crises ambientais que eles causaram a fim de ganhar mais poder sobre nações inteiras.

E agora com essa iniciativa da ONU, estamos vendo ainda outro exemplo de como "verde" está sendo usado  como uma história de cobertura para imperialismo militar. O termo "manutenção da paz de mudança climática" é francamente orwelliana em seu tom e sua intenção. Hitler lutou guerras para criar "lei e ordem". As atrocidades de Stalin foram feitas em nome da "paz". As cruzadas foram campanhas de assassinatos em massa conduzidos em nome de 'Deus'. Tiranos sempre têm uma justificação para suas guerras, parece. A matança que costumava ser feita em nome de Deus em breve será conduzida em nome do VERDE.

Então prepare-se América. Seus vizinhos estão a ponto de serem "pacificados" pelas forças da ONU vestindo capacetes verdes e afirmando estar operando sob iniciativa ambiental que de algum modo lhes dá o direito de ocupar sua terra e ordenar que você obedeça. Lembre-se, é tudo sobre "Nunca desperdice uma boa crise," e uma crise global de alimentos estará em sua direção muito, muito em breve.

Fonte: www.naturalnews.com 

Nota: É bom lembrar que isso seria a desculpa perfeita para invadir a Amazônia, o pulmão do mundo.


                         

         

              
Enhanced by Zemanta

Nenhum comentário:

As 4 fases do Projeto Blue Beam