domingo, 14 de agosto de 2011

Conheça os novos modelos de pagamento que ocuparão o mercado nos próximos anos

KLEINMACHNOW - DECEMBER 17:  A sign for Intern...Image by Getty Images via @daylifeConheça os novos modelos de pagamento que ocuparão o mercado nos próximos anos

Ranieri Santos

Ao efetuar uma compra em uma loja, você escolhe - após muito custo - o produto desejado, prova, verifica outros, até definir o grande escolhido. Este seria o processo mais chato de todos se não contassemos com o grande gargalo das compras: a hora do pagamento e suas respectivas filas. Hoje, o pagamento não implica apenas na saída de um 'suado' dinheiro do seu bolso, mas também em um oneroso processo - algumas vezes até burocrático - para sair da loja com um produto que você possa chamar de seu.


Apesar de todas as facilidades oferecidas nos meios de pagamentos atuais, com os cartões de crédito, boletos bancários, carnês, e os sistemas de pagamento virtual, como o PayPal, em breve a sua visão sobre eles será uma mera lembrança em preto-e-branco, e isso acontecerá porque já existem novos meios de pagamento invadindo o mercado.


NFC é a tecnologia de transmissão de dados por aproximação. (Foto: Divulgação)NFC é a tecnologia de transmissão de dados por aproximação.

Imagine poder pagar suas contas pela sua própria conta do Twitter, ou fazer compras em uma loja e debitar o dinheiro por meio de um identificador único que não necessita de assinaturas ou senhas? Apesar de parecer um enredo de filme de ficção, este é o futuro dos meios de pagamentos. E se pararmos um pouquinho para analisar, podemos notar que esse futuro não está tão distante assim.

Pagamentos em redes sociais

Os sistemas de pagamentos digitais pela web existentes atualmente, como o PayPal, e o PagSeguro, são grandes agregadores de meios de pagamento, onde o seu dinheiro é enviado para estas operadoras e elas se encarregam de pagar o vendedor.

Estas plataformas são proprietárias e acopladas às próprias lojas virtuais, que adquirem o serviço destas operadoras e oferecem as opções de pagamento fornecidas por eles, porém isso implica em um cadastro prévio na loja virtual, ou no próprio serviço de pagamentos.

Uma alternativa que em breve surgirá para isso é o de utilizar a sua própria conta das redes sociais, onde, a partir do seu login em redes como o Twitter ou o Facebook, você poderá efetuar o pagamento nestas plataformas citadas ou em outras.

Esta é a aposta do MercadoPago, plataforma de pagamentos do portal Mercado Livre, que procura alternativas aos meios de pagamento pelas redes sociais. Oferecendo um serviço de compras baseado em redes como o Orkut, Twitter e o Facebook, o serviço poderá fornecer ao lojista virtual a opção de incluir no seu site botões do tipo “Pagar com Orkut” e “Pagar com Facebook”.


Celulares leitores de cartão

Por quê não utilizar o seu próprio smartphone como máquina para pagamento de cartões? A empresa Square, criada pelos fundadores do Twitter, pretende fornecer à pessoas físicas ou jurídicas aplicativos que permitem o pagamento de valores a partir de dispositivos com iOS (iPad, iPhone), o sistema operacional de pequenos aparelhos da Apple; ou com Android, o sistema para celulares do Google.

Aqui no Brasil a Cielo já tem um aplicativo semelhante, podendo ser utilizado por profissionais liberais, como dentistas e psicólogos, para o recebimento de suas consultas.
A NFC já está aparecendo em alguns modelos mais modernos de smartphones

Dispositivos específicos

Desde 2004, um consórcio de empresas de tecnologia e de pagamentos desenvolveu a NFC (sigla para "Near Field Communication"). O sistema consiste em um chip que é acoplado à dispositivos móveis e pulseiras, tornando estes objetos capazes de se comunicarem com outros dispositivos de cobranças - mais ou menos seguindo o mesmo princípio dos cartões eletrônicos usados no transporte público.

Com dispositivos equipados com esta tecnologia você poderá pagar seu ingresso de futebol automaticamente, apenas aproximando o seu celular, por exemplo, da catraca do estádio.

Chip identificador

Algumas empresas já fizeram iniciativas neste sentido, onde os usuários de um determinado serviço teriam um microchip identificador que serviria como um documento universal. A Speedpass, empresa americana ligada ao setor de combustível, por exemplo, já possui um chaveiro capaz de debitar valores a partir de bombas de combustível e lanchonetes conveniadas ao sistema.
O modelo desenvolvido pela Speedpass é semelhante ao NFC, cujo pagamento pode ser efetuado pela aproximação do aparelho (Foto: Divulgação)O modelo desenvolvido pela Speedpass é semelhante ao NFC, cujo pagamento pode ser efetuado pela aproximação do aparelho (Foto: Divulgação)

Este chip se comunicaria por rádio-frequência, e conteria todas as informações do seu usuário, incluindo os documentos e os seus dados financeiros, dando-lhe a capacidade de debitar dinheiro de sua conta a partir de compras feitas em empresas filiadas a este novo serviço.
  

Mas se você pensa que isso tudo está muito distante e que é algo muito futurista, preste mais atenção à sua volta, pois muitos destes serviços já estão disponíveis em alguns locais e estão cada vez mais próximos do seu próprio dia-a-dia.

Enquanto você estiver na fila do banco, esperando para ser atendido para pagar as suas contas, lembre-se de que falta pouco para iso acabar. Em poucos anos já estaremos pagando nossas contas com o nosso "chip", ou com a conta do Facebook. Pelo celular, pelo menos, isso já é possível.

Enhanced by Zemanta

2 comentários:

JC - SP disse...

Sinceramente, acreditava que este blog era contra a Nova Ordem Mundial. Agora, vendo propaganda de novos sistemas de pagamento, que irão nos levar cada vez mais à escravidão, confesso estar surpreso.

o observador disse...

Esse post não é uma propaganda, ele está nesse blog porque mostra quão próximo estamos da economia sem dinheiro da Nova Ordem Mundial. Qaundo todos os meios de pagamento forem eletrônicos só poderá comprar ou vender aquele que tiver a marca da besta. Será o controle total e absoluto sobre as pessoas.

TECNICAS DE CONTROLE MENTAL