segunda-feira, 18 de outubro de 2010

A União Europeia confronta o transumanismo com o projeto Technolife

Animation of the structure of a section of DNA...Image via WikipediaA União Europeia confronta o transumanismo com o projeto Technolife

Por Aaron Saenz

As nações da União Europeia esperam gerar um debate significativo sobre ética mostrando às pessoas a cultura pop e vídeos inspirados na ficção científica e fazer que elas os comentem em um fórum aberto na internet. Certo, por que não, funcionou no 4Chan, certo? O Technolife Project procura entender como o mundo se sente a respeito de três tecnologias chaves emergentes: biometria, melhoramento humano, e mapeamento global. Financiado como parte do Programa da União Europeia FP7, a equipe do projeto é composta por especialistas em ética, cientistas, programadores de computadores e outros profissionais através de diversas instituições lideradas pela Universidade de Bergen, na Noruega. Para inspirar os debates, Technolife criou "comunidades imaginadas" - cenários que embutem as possíveis aplicações da tecnologia em questão. Cada cenário tem seu próprio vídeo.

Eles são como cenas realmente estranhas de um filme de ficção científica ruim (que eu amo - o autor). Se qualquer desses clips puser seu cérebro em chamas sinta-se livre para pular nos comentários do debate da technolife e se fazer ouvido.

Eu estou cético de que debates públicos significativos ainda existam em nosso mundo, sem falar na internet, mas eu acho a abordagem da União Europeia a esta situação intrigante. Como um governo você pode realmente assegurar que a adoção de tecnologias estão baseadas no melhor interesse do público em vez de ao sabor de interesses especiais? Bem, você poderia apenas perguntar a eles. É exatamente o que está acontecendo aqui.

O Technolife está contatando grupos de notícias baseados na internet (como o Singularity Hub) e nos pedindo para apontar para o website deles e fazer as pessoas conversarem sobre o futuro. Eu sou a favor de qualquer grupo que liste o livro Neuromancer e clipes do filme Blade Runner sob a aba "recursos extras". Contudo, julgando pela falta de ação nos fóruns (há menos de 30 posts no quadro de "Digital Globes"), as coisas não estão indo bem até agora. Eu não acho que a falha é dos vídeos, todos eles parecem bem interessantes.

O melhoramento humano, através de alterações cirúrgicas, manipulação genética ou implantes cibernéticos, poderiam aumentar grandemente o que somos capazes de fazer, ainda que também mudem nosso conceito de humanidade.

Biometria, ou usar traços físicos (impressões digitais, escaneamento da íris, da face, DNA, etc), para identificar pessoas, tem sido anunciada como o meio para proteger fronteiras contra terroristas e como uma grande invasão de privacidade.

Mapas digitais permitem uma grande variedade de informação ser acessada através de um meio simples, mas eles também proporcionam meios de rastrear cidadãos e o comportamento deles em qualquer lugar.

Por que os fóruns da Technolife estão calmos no momento? Poderia ser que eles ainda são muito jovens, ou poderia ser que eles requerem que você se registre para cada um dos três debates separadamente. Ou poderia ser que a maioria das pessoas realmente não se importa a cerca destas questões.

Elas deveriam. Estes três tópicos vão ser de enorme importância em moldar as interaçãos governo-cidadão no futuro. Biometria e mapas digitais permitirão as instituições (estatais ou corporativas) seguir suas ações em qualquer lugar e identificar você por estas ações. A conveniência será impressionante, o potencial para abusos da mesma forma grandes. O debate em torno dos melhoramentos humanos é até mais importante. Como um governo protegerá seus cidadãos quando começar a ter problemas em definir o que significa ser humano? Seremos separados em normais e melhorados? Haverá diferentes responsabilidades e direitos associados a cada um?

Estas tecnologias estão emergindo como falamos. A Índia está adotando um sistema de identificação biométrica universal. Sistemas de mapeamento digital do Google, Bing e outros estão explodindo com informação publicamente produzida e trocada.

Tecnologias de crescimento humano estão provavelmente a anos longe da produção, mas tecnologias restauradoras como implantes coclear já estão engendrando debates sobre como a mudança do corpo com o qual nascemos pode afetar a identidade cultural.

Eu não estou certo que o Technolife seja o lugar perfeito para discutir a ética em torno destas questões. Eu nem mesmo estou certo se o projeto é realmente dirigido para gerar um debate ou é simplesmente um mecanismo para a União Europeia guiá-lo e controlá-lo. Realmente não importa. A verdade é que precisamos descobrir algum lugar para ter debates significativos sobre esses tópicos e rápido.

Se o público em geral não pode comandar seus governos em como eles deveriam regular ou encorajar estas tecnologias então outras entidades o farão. Queremos que o Google defina o que deveria ou não deveria estar em um mapa? Queremos um futuro onde as leis acerca do uso de identidades biométricas são definidas pelas agências de publicidade e pelos bancos? Queremos um futuro onde melhoramentos humanos somente estão disponíveis para soldados? Fale agora ou lamente depois.

Fonte: www.singularityhub.com

Nota: A agenda para a implantação do Admirável Mundo Novo está em pleno desenvolvimento.













 

Enhanced by Zemanta

Um comentário:

Emerson disse...

otimo artigo, e otima traducao, irei repostalo se voce nao se importar. []s
Emerson

Fortalecer a Máquina do Governo Mundial: A Era da Política Espiritual Global

Forcing Change , Volume 9, Edição 5. Autor : Carl Teichrib. É impressionante o que o tempo revela. Meses atrás, tive a oportunid...