terça-feira, 29 de abril de 2014

Grupo Bilderberg, fatos que você nunca soube a respeito desse grupo

Já é tempo de que os meios de comunicação alternativos, os ativistas e antiglobalistas  começarem avaliar e analisar a composição dos integrantes do Grupo Bilderberg em um nível muito mais profundo. Considerando-se que os participantes do Grupo  Bilderberg tem controle e influência sobre 90% da população mundial , eu acho que só esse motivo já garante que um exame mais profundo e completo aconteça. 
Embora esta seja uma revisão relativamente menor de alguns dos meandros do Grupo Bilderberg, espero que ela inspira você a novas pesquisas e a investigar os integrantes e o próprio Grupo Bilderberg.
Acautelai-vos primeiramente do fermento dos fariseus, que é a hipocrisia. Mas nada há encoberto que não haja de ser descoberto; nem oculto, que não haja de ser sabido. Porquanto tudo o que em trevas dissestes, à luz será ouvido; e o que falastes ao ouvido no gabinete, sobre os telhados será apregoado”.   Lucas 12:1-3
A consciência sobre a existência do Grupo Bilderberg pelas pessoas em todo o mundo está se tornando mais e mais evidente a cada reunião do Grupo Bilderbergque acontece anualmente. Embora o conhecimento e a compreensão sobre o Grupo Bilderberg ainda é relativamente baixo, a campanha que tem sido liderada pelos meios de comunicação alternativos contra o Grupo Bilderberg garantiu que todas as reuniões desse Grupo não serão mais realizadas em segredo e que sua agenda globalista (para implantar um sistema de governo centralizado estilo NWO-Nova Ordem Mundial) será sempre e cada vez mais exposta.
Hotel Bilderberg, o local onde aconteceu a primeira reunião do grupo em 1954 e que deu origem ao nome desse clube restrito de elitistas que tentam implantar uma nova ordem mundial, um governo planetário totalitário,  com moeda única, estilo NWO-New World Order, dos Illuminatis.
As notícias e informações que derivam dos principais meios de comunicação , e até certo ponto dos meios de comunicação alternativos, geralmente é centrado em torno dos acontecimentos das reuniões do Grupo Bilderberg e sua agenda. No entanto, por algum motivo estranho e desconhecido, houve pouco ou nenhum interesse de ambos, os principais meios de comunicação e das mídias alternativas na tentativa de compreender a composição dos integrantes do Grupo Bilderberg e outras complexidades sobre essa nebulosa organização.
Já é tempo de que os meios de comunicação alternativos, os ativistas e anti-globalistas começarem a avaliar e analisar a composição  dos integrante do fechado Grupo Bilderberg em um nível muito mais profundo. Considerando-se que os participantes desse grupo tem controle e influência sobre 90% da população do mundo , eu acho que só esse motivo já garante que um exame mais profundo e completo aconteça. Embora esta seja uma revisão relativamente menor de alguns dos meandros dessa organização, espero que ela inspira você a novas pesquisas e a investigar o Grupo Bilderberg.
Fatos interessantes sobre o Grupo Bilderberg

Quem participa do Grupo Bilderberg?

Nos últimos três anos, os organizadores das reuniões do Grupo Bilderberg tem publicamente anunciado uma lista oficial dos participantes. Dentro da lista de participantes, é interessante notar que houve apenas 24 países representados nas três últimas reuniões .
O país que teve a maior presença foi o Estados Unidos da América (28,3%). Dos 396 participantes do 2010, 2011 e 2012, nas reuniões do Grupo Bilderberg, 111 norte-americanos estiveram presentes. Os participantes do Reino Unido tiveram uma representação de 6,57% e participantes (Internacional) de diversos  países e organizações também representou 6,57% dos demais participantes.
Por isso, nas últimas três reuniões do Grupo Bilderberg, os EUA, o Reino Unido e diversos países e organizações representaram 41% de todos os participantes das reuniões do Grupo Bilderberg dos últimos três anos.
Tem sido comumente acreditado que a relação dos participantes em todas as reuniões do Grupo Bilderberg tem sido a mesma. Infelizmente, isso não é correto. Ao analisar a lista de participantes das últimas três reuniões desse grupo, descobri que apenas 11,74% dos participantes assistiram a todas as três reuniões . E 17,44% dos participantes assistiram a pelo menos duas reuniões e 70,82% dos participantes  assistiu apenas a uma reunião.
Breakdown of Bilderberg Group Participants from 2010, 2011 and 2012 O Grupo Bilderberg planejou aumentar os preços do petróleo em 400% em 1973
É bem sabido que nas reuniões desse Grupo, os participantes discutem (em segredo), a implantação de uma agenda globalista e questões relativas da nova ordem mundial . No entanto, o que não é comumente conhecido é o fato de que, em 1973, o Grupo Bilderberg pretendeu, por exemplo, aumentar os preços da gasolina em até 400%.
Em maio (10 a 13) de 1973, com a queda drástica do dólar, “o príncipe Bernhard integrante do Grupo Bilderberg  ouviu um participante americano, Walter Levy, delinear um “cenário para um aumento iminente de 400 por cento nas receitas de petróleo dos países membros da OPEP. O objetivo da reunião secreta emSaltsjöbaden na Suécia, não era para evitar o esperado choque dos preços do petróleo, mas sim para planejar a forma de gerir o dilúvio (o excesso de moeda) sobre os dólares do petróleo que seriam gerados, um processo que Henry Kissinger, o então Secretário de Estado dos EUA,  mais tarde chamou de “reciclagem dos petrodólares. “
Depois de afirmar a perspectiva de que as necessidades mundiais de petróleo no futuro seria fornecida por um pequeno número de países produtores do Oriente Médio, Walter Levy declarou profeticamente: “O custo dessas importações de petróleo aumentará tremendamente, com implicações difíceis para o balanço de pagamentos dos países consumidores. Graves problemas seriam causados por acumulações de (dólares) câmbio sem precedentes de países como Arábia Saudita e Abu Dhabi. “
Ele, então, acrescentou: “Uma completa mudança estava em curso nas relações políticas, estratégicas e de poder entre produtores de petróleo, importadores e países de origem das companhias internacionais de petróleo e companhias de petróleo nacionais de países produtores e importadores.
Finalmente, ele então projetou um aumento das receitas do petróleo da Opep, dos países do Oriente Médio , o que se traduzia em pouco mais de 400 por cento, o mesmo nível de aumento que Henry Kissinger foi logo para exigir do Xá, o rei na época do atual IRÃ(veja imagens abaixo)
bilderberg group 1973 Agenda Notes
bilderberg group 1973 Agenda Notes page 2
Esses dois trechos acima  assinalados em destaque são do protocolo confidencial da  reunião de maio de 1973 do Grupo Bilderberg em Saltsjöbaden , na Suécia. Note-se que há a menção sobre uma discussão do perigo de que “o controle inadequado dos recursos financeiros dos países produtores de petróleo poderia desorganizar completamente e minar o sistema monetário mundial.”
O segundo trecho assinalado fala de “grandes aumentos de importações do petróleo do Oriente Médio,  com dificuldades de pagamentos dos países importadores pelo grande aumento dos custos.”  Valores apresentados posteriormente na discussão mostram um aumento de preço previsto para o petróleo da OPEP de cerca de 400 por cento. (Fonte: Engdahl, William Century of War:.. Política anglo-americana do petróleo e da Nova Ordem Mundial-NWO de Londres, 2004)
globalist Prince Bernhard bildeberg group

O príncipe Bernhard (pai da atual rainha da Holanda Beatrix), um dos fundadores do Grupo Bilderberg foi pego aceitando um suborno $ 1,1 milhões dólares

O príncipe Bernhard, que é um dos fundadores do Grupo Bilderberg em 1954, admitiu no registro que ele aceitou um suborno de US $ 1,1 milhão de dólares do fabricante de aeronaves Lockheed Corporation dos Estados Unidos para que ele pudesse influenciar na compra de aviões de caça pelo governo dos Estados Unidos 
Na verdade, o próprio príncipe escreveu uma carta em 1974 para a Lockheed Corporation exigindo que ele receberia as comissões pelo trabalho que ele vinha fazendo. Em 1976, um relatório encomendado pelo governo foi liberado para o público holandês. Considerando que este globalista tinha participação e servido em mais de 300 conselhos de administração de grandes corporações e comitês de todo o mundo, é interessante notar que nenhuma acusação criminal foi feita contra ele.

O presidente eleito do Grupo Bilderberg

Considerando que podemos supor que pelo menos 28% dos participantes na média em cada reunião do Grupo Bilderberg tem sua origem a partir dos Estados Unidos da América, o fato é que todos os presidentes tem sido da Europa.
Este fato desloca a crença comum de que os Estados Unidos da América oficialmente administra e tem controlado as reuniões desse grupo fechado de elitistas. Embora deva ser notado que, devido ao grande número de representantes dos Estados Unidos, a sua influência é provavelmente maior do que a do próprio presidente do Grupo Bilderberg.
O planeta e a sua população parece dar sinais de cansaço em relação aos manipuladores elitistas e globalistas no estilo Grupo Bilderberg !
No entanto, por outro lado, se considerarmos que quase 80% dos 24 países representados nas três últimas reuniões Bilderberg são europeus , o número de participantes dos Estados Unidos da América pode não ser tão influente como se pensava.

Como os meios de comunicação têm noticiado a cobertura das reuniões do Grupo Bilderberg desde 1954

É um fato bem conhecido que, até 2012, os principais meios de comunicação (controlados pelos próprios participantes das reuniões) na verdade “sofriam” de um completo apagão em todos os relatórios do Grupo Bilderberg . A comunicação e publicação de matérias por ambos, os meios de comunicação tradicionais e das mídias alternativas sobre a reunião do Clube Bilderberg em 2012 foi provavelmente o mais completo que já se viu.
No entanto, o relatório das reuniões do Grupo Bilderberg desde o seu início tem sido insignificante. Entre os anos de 1950 até 1999, havia apenas 15 artigos e reportagens que continham o termo “Grupo Bilderberg” . Entre o ano 2000 e 2004, 16 artigos e reportagens foram escritas e entre 2005 e 2011 esse número saltou para 213 (Fonte: Google News)
A partir da evidência apresentada é fácil ver que a grande e tradicional (e controlada) mídia tem de fato deliberadamente não informado sobre qualquer coisa relacionada com o Grupo Bilderberg.
Em 2012, a agenda dos principais meios de comunicação mudou e um aumento de exposição e relatórios sobre o Grupo Bilderberg tornou-se evidente . Isso pode ser claramente demonstrado pelos 7750 resultados que o Google News produzidos entre janeiro de 2012 e junho 2012 . Com efeito, é um aumento de 3076% na cobertura de mídia em apenas um ano e assim o Grupo ficou muito mais exposto e conhecido das massas.
Quem administra o site Oficial do Grupo Bilderberg?
Qualquer um que esteja interessado em aprender sobre o Grupo Bilderberg teria que visitar através do site oficial do Grupo. Embora exista muito pouca informação sobre o Grupo Bilderberg em seu próprio site oficial, no momento não há outras fontes oficiais de informação, onde qualquer pessoa pode buscar informações sobre o próprio grupo. O site a que eu estou me referindo é http://www.bilderbergmeetings.org
Assim que você entrar no site, ele parece e se sente de que ele não pode ser um site oficial . A falta de informação, a incapacidade do site e da vontade para relatar quais os membros que participaram de reuniões antes de 2010, a  imprecisão e falta de fornecimento de informações detalhadas sobre a agenda/motivação da reunião  são todas as razões válidas porque o site parece não ser um site oficial.
O que é ainda mais interessante sobre o site oficial do Clube Bilderberg é o fato de que, dentro da política de privacidade do mesmo, há uma declaração de que os países,  ”o seu endereço de IP do seu computador, o tipo de navegador e como você chegou ao site está sendo gravado por ele“.  Embora o Google Analytics possa fornecer a mesma informação, é interessante notar que o Webmaster do site também afirma que esta informação está sendo usada por sua equipe de desenvolvimento para a otimização de Internet do site e seus clientes presentes e futuros.
A declaração de privacidade também implica que ao entrar no site, você automaticamente concorda com os termos e condições do mesmo e que a sua informação privada estará sendo utilizada para melhorar o desempenho no próprio site e quaisquer outros clientes. (Quem são os clientes atuais e futuros do Grupo Bilderberg ??). Isso só poderia ser facilmente algum tipo de desenvolvimento da Web ou pode ser algo muito mais sinistro.
Para ganhar uma compreensão mais profunda de onde o webmaster do site oficial do Grupo Bilderberg está e de que país de onde ele é gerido, tentei fazer uma pesquisa IP simples sobre domínio. Os resultados do exercício de pesquisa de domínio IP deu negativo. Eu tentei usar quatro diferentes sites que forneceram domínio funcionalidade de pesquisa IP sem sorte:
Então, quem está administrando o site do Grupo Bilderberg oficial ou tem algo a esconder ou tem algum outro motivo válido para garantir que ninguém saiba a origem do site. Se você souber mais sobre o site oficial do Grupo Bilderberg do que foi discutido aqui, por favor, compartilhe suas ideias conosco  clicando aqui .

Resumo

Embora esses fatos simples esclareçam um pouco mais do que já havia sido compartilhado, ainda existe uma quantidade considerável de pesquisas e investigações necessárias antes que possamos ter certeza de que temos totalmente exposto o Grupo Bilderberg.

Como foi dito no início, embora esta seja uma revisão relativamente menor de alguns dos meandros do Grupo Bilderberg, esperamos que ele inspire você a continuar a sua própria pesquisa e investigação do Grupo Bilderberg.
Fonte: http://olharparaofim.blogspot.com.br

Nenhum comentário:

Fortalecer a Máquina do Governo Mundial: A Era da Política Espiritual Global

Forcing Change , Volume 9, Edição 5. Autor : Carl Teichrib. É impressionante o que o tempo revela. Meses atrás, tive a oportunid...