quarta-feira, 25 de abril de 2012

A rede social genética: O Facebook tem suas informações pessoais; Agora o Google quer seu DNA.

Image representing Google as depicted in Crunc...Image via CrunchBase
A rede social genética: O Facebook tem suas informações pessoais; Agora o Google quer seu DNA.

Por Daniel Taylor

O Facebook acumulou uma base de dados gigantesca de inteligência humana de seus milhões de usuários. Esta informação tem sido usada pela polícia na prisão de suspeitos e é explorada pelos marqueteiros. E se um sistema semelhante coletasse informação genética?

Em 2005 foi revelado em um livro chamado a História do Google, que o Dr. Craig Venter, conhecido por sua criação de formas de vida sintéticas, estava em discussão com Larry Page e Sergey Brin [fundadores do Google] para:

"...gerar um catálogo de genes para caracterizar todos os genes no planeta e compreender o desenvolvimento evolucionário deles. Geneticistas têm querido fazer isso por gerações...O Google construirá uma base dados genética, analisará e encontrará correlações significativas para indivíduos e populações."
O Google tem estado financiando um programa para fazer exatamente isso chamado 23 e eu. Em 2006 a organização foi co-fundada por Anne Wojcicki, a esposa de Sergey Brin, co-fundador do Google.

Estará o público em geral a ser acostumado a compartilhar sua informação genética online como estava com o Facebook a compartilhar informação pessoal? O Facebook alterou a percepção pública de privacidade. Como a Time Magazine relatou em 2010, "A disposição dos usuários do Facebook de compartilhar cada vez mais - de descrições de nossos surtos de intoxicação alimentar(conspicuamente) a nossos sentimentos sem censura sobre nossos patrões (não é aconselhável) - é crítico para o sucesso dele."

Um artigo recente da Discover Magazine salientou que:

"Muitos pesquisadores acreditam que a genômica pessoal não alcançará o ponto central biomédico até que você tenha na ordem de um milhão de pessoas sequenciadas. Mas mesmo assim como conseguir arrumar essa informação no sistema americano vai ser problemático, uma vez que provavelmente será descentralizada."

O que esse artigo falha em salientar é que tornou-se conhecido que o DNA de recém nascidos tem sido secretamente coletado na América por décadas. Amostras têm até mesmo sido proporcionadas para laboratórios militares americanos. Também presente nessa questão é a perspectiva de quem é o dono do copyright de seu DNA.

Se o governo já tem uma base de dados de DNA de milhões de pessoas, qual função que uma organização como a 23 e eu poderia preencher?

Administração da percepção do público é talvez onde a resposta possa ser encontrada. Ter o seu DNA em uma base de dados para compartilhar com seus amigos em uma rede social de configuração familiar é uma boa maneira de apresentar a ideia para as massas. Também o Google é uma extensão das agências do governo. Como o Facebook tem provado, é muito mais fácil ter o público em geral voluntariamente oferecendo suas informações pessoais.

O fundador do Google Larry Page encontrou-se com Craig Venter na Califórnia na Edge billionaires meeting em 2010. Também presente estavam representantes do Departamento de Estado, Bill Gates, Anne Wojcicki, Bill Joy e dezenas de outros CEOs de empresas de tecnologia e cientistas.

The Edge billionaire meetings discutiu o futuro da engenharia genética, biocomputação e redesenho da humanidade. O físico Freeman Dyson descreveu os indivíduos na liderança desse grupo como tendo poderes semelhantes a deuses para criar espécies inteiramente novas na terra em uma "Nova Era de Maravilhas". Ele os descreve como:

"...uma nova geração de artistas, escrevendo genomas tão fluentemente quanto Blake e Byron escreviam versos, poderiam criar uma abundância de novas flores, frutas e árvores e pássaros para enriquecer a ecologia de nosso planeta."

A elite tecnológica está engajada em uma missão para atingir um espectro completo de dominância sobre a vida e seus processos complexos, e nesse processo reescrever o código genético do planeta. A colheita de sua informação genética traz essa visão um passo mais perto da realidade.

Fonte: www.oldthinkernews.com


Enhanced by Zemanta

Nenhum comentário:

“Dia da Terra”, 1970: as 13 mais ridículas previsões

Por Jon Gabriel No último sábado, 22 de abril, foi celebrado o “Dia da Terra” – um evento anual lançado pela primeira vez em 1970. As...