Admirável Mundo Novo

Bem vindo, saiba o que está por trás das mudanças que estão ocorrendo no mundo, quais seus propósitos, a quem interessam e aonde irão nos levar.
Bem vindo a um Admirável Mundo Novo!

domingo, 4 de abril de 2010

Rothschilds e Rockefellers: Trilionários do Mundo

Mayer Amschel RothschildImage via Wikipedia

Rothschilds e Rockefellers: Trilionários do Mundo

"Dinheiro é poder", ou deveríamos dizer, "O monopólio de criar crédito monetário e cobrar juros é Poder Absoluto". (Alex James)

Amsel (Amschel) Bauer Mayer Rothschild, 1838:

"Deixe-me emitir e controlar o dinheiro de uma nação e não me importa quem faz suas leis".

Por Infowars, 2010

Carta escrita de Londres pelos Rothschilds aos seus agentes de Nova York apresentando seu método bancário a América: "Os poucos que podem entender o sistema estarão ou tão interessados em seus lucros, ou tão dependentes de seus favores, que não haverá oposição dessa classe, enquanto, por outro lado, esse grande conjunto de pessoas, mentalmente incapazes de compreender a tremenda vantagem que o capital suga do sistema, suportará seu fardo sem se queixar e, talvez, sem mesmo suspeitar que o sistema é inimigo de seus interesses."

Nathan Rothschild disse a um Comitê Secreto da Câmara dos Comuns (Parlamento Inglês) sobre a questão em 1819: "Em que ramo dos negócios o senhor está? - Principalmente na linha de bancos estrangeiros. "Tenha a bondade de relatar ao comitê em detalhes, o que o senhor entende que será a consequência de uma dívida imposta sobre o Banco [da Inglaterra, que ele possuía] para retomar os pagamentos em dinheiro com o término em um ano a partir da data atual? - Eu não acho que isso possa ser feito sem um grande sofrimento para este país; isso seria uma grande dose de maldade; nós mesmos não podemos realmente saber que prejuízo isso poderia causar. "Tenha a bondade de explicar a natureza do prejuízo, e de que maneira isso seria produzido? - O dinheiro será tão escasso, cada artigo nesse país cairá de forma tão grande, que muitas pessoas ficarão arruinadas."

O diretor do Tesouro Nacional da Prússia escreveu em uma visita a Londres que Nathan Rothschild tinha já em 1817: "..., incrível influência sobre todos os assuntos financeiros aqui em Londres. É amplamente afirmado..., que ele regulamenta inteiramente a taxa de juros na City (distrito de negócios em Londres). Seu poder como banqueiro é enorme."

O secretário do príncipe austríaco Mettemich escreveu dos Rothschilds, já em 1818, que: "... eles são as pessoas mais ricas na Europa."

Referindo-se a James Rothschild, o poeta Heinrich Heine disse: "Dinheiro é o deus de nosso tempo, e Rothschild é seu profeta."

James Rothschild construiu sua fabulosa mansão, chamada Ferrilres, 30 quilômetros a nordeste de Paris. Wilhelm I, a primeira vista dela, exclamou: "Reis não poderiam arcar com uma dessas. Só poderia pertencer a um Rothschild!"

O autor Frederic Morton escreveu que os Rothschilds tinham: "conquistado o mundo mais completamente, mais perspicazmente, e muito mais duradouramente do que todos os césares antes..."

Como Napoleão assinalou: "Terrorismo, Guerra e Bancarrota são causadas pela privatização do dinheiro, emitido como débito e composto por juros" - ele cancelou débitos e juros na França - daí a Batalha de Waterloo.

Alguns escritores têm afirmado que Nathan Rothschild "advertiu que os Estados Unidos se achariam envolvidos na mais desastrosa guerra se a carta-patente do banco não fosse renovada." (vocês veem a similaridade aqui? Se vocês não jogarem o jogo um desastre econômico cairá sobre vocês e vocês serão destruídos.)

"Não há senão um único poder na Europa e esse é Rothschild." Um comentarista francês do século 19.

Lord Rothschild (parente dos Rockefellers e Rothschilds) em seu livro The Shadow of a Great Man (A Sombra de um Grande Homem) cita uma carta enviada de Davidson, em 24 de junho de 1814 para Nathan Rothschild, "Enquanto uma casa for como a sua, e enquanto você trabalhar junto com seus irmãos, nenhuma casa no mundo será capaz de competir com você, causar prejuízo a você ou tirar vantagem de você, porque juntos vocês podem superar e realizar mais do que qualquer casa no mundo." A proximidade dos irmãos Rothschild é vista em uma carta de Soloman (Salmon) Rothschild para seu irmão Nathan em 28 de fevereiro de 1815, "Nós somos como o mecanismo de um relógio: cada parte é essencial...” (2) Essa proximidade é depois vista naqueles dos 18 casamentos feitos pelos netos de Mayer Amschel Rothschild - 16 foram contraídos entre primos de primeiro grau.

"Centralização de créditos nas mãos do estado, por meio de um banco nacional com capital do estado e um monopólio exclusivo." O Manifesto Comunista. No caso da revolução Bolshevik, o Banco Chase dos Rothschild/Rockefellers possuíam o estado. Nos Estados Unidos, os donos do FED "possuem" o estado.

O ditado favorito dos Rothschild que junto com os Rockefellers são as maiores dinastias bancárias Illuminati: "Quem controla a emissão de dinheiro controla o governo!"

Nathan Rothschild disse (1777-1836): "Eu não me importo com qual marionete é posto no trono da Inglaterra para governar o império. O homem que controla a oferta de dinheiro da Inglaterra controla o Império Britânico e eu controlo a oferta de dinheiro da Inglaterra."

Rockefeller supostamente disse: “A competição é um pecado". "Nada possuir. Controlar tudo". Porque ele quer centralizar o controle de tudo e escravizar a nós todos, ou seja, o moderno faraó ou Nimrode.

Os Rothschild estiveram por trás da colonização e ocupação da Índia e à companhia British Petroleum pertencente aos Rothschild foram garantidos direitos ilimitados a todo petróleo ao longo da costa indiana, que ainda são válidos nos dias de hoje.

"Dê-me o controle dos créditos de uma nação, e não me importa quem faz as leis." A famosa afirmação prepotente de Nathaniel Meyer Rothschild, falando a um grupo de banqueiros internacionais em 1912: "Os poucos que poderiam entender o sistema (cheque, dinheiro, créditos) ou estarão tão interessados nos lucros, ou tão dependentes de seus favores, que não haverá oposição dessa classe, enquanto por outro lado, a grande massa de pessoas mentalmente incapazes de compreender a tremenda vantagem que o capital suga do sistema, carregará os fardos sem queixa, e talvez sem mesmo suspeitar que o sistema é inimigo de seus interesses." A afirmação prepotente do irmão Rothschild de Londres.

Estas pessoas são os gênios principais e conspiraram para a criação do ilegal Federal Reserve Bank em 1913: Theodore Roosevelt, Paul Warburg - Representante de Rothschild, Woodrow Wilson - Presidente dos Estados Unidos, assinou a lei do FED, Nelson W. Aldrich - Representante de Rockefeller, Benjamin Strong - Representante de Rockefeller, Frank A. Vanderlip - Representante de Rockefeller, John D. Rockefeller - o próprio Rockefeller, Henry Davison - Representante de J.P. Morgan, Charles Norton - Representante de J.P. Morgan.

No século passado, membros das dinásticas famílias bancárias da Sociedade Fabiana Inglesa na City de Londres financiaram a tomada de poder comunista da Rússia. Trotsky em sua biografia se refere a alguns dos empréstimos destes financistas ingleses que remonta a 1907. Por volta de 1917 os maiores subsídios e financiamentos para a Revolução Bolshevik eram coordenados e arranjados por Sir George Buchanan e Lord Alfred Milner. [sem dúvida usando dinheiro do legado de ouro e diamante da África do Sul de Cecil Rhodes]. O sistema comunista na Rússia foi uma "Experiência inglesa" planejada para no final das contas se tornar o modelo socialista Fabiano para a tomada de poder britânico do mundo através das Nações Unidas e da União Europeia. O plano britânico para a tomada de poder do mundo e trazer a "Nova Ordem Mundial" começou com os ensinamentos de John Ruskin e Cecil Rhodes na Universidade de Oxford. Rhodes em um de seus testamentos em 1877 deixou sua vasta fortuna para Lord Nathan Rothschild como curador para organizar o Programa Rhodes Scholarship em Oxford para doutrinar jovens graduados promissores para o propósito, e também estabelecer uma sociedade secreta [Real Instituto Internacional de Assuntos Internacionais RIIA, que se ramificou na Távola Redonda, os Bilderbergers, o CFR, a Trilateral, etc] para liderança nos negócios e líderes bancários ao redor do mundo que trabalhariam para a City para trazer seu governo mundial socialista.

Rothschild nomeou Lord Alfred Milner para implementar o plano.

Benjamin Freedman (Friedman) disse isso em 1961, em Washington (ele era um milionário íntimo das organizações sionistas internacionais, amigo de 4 presidentes americanos e era também parte dos 117 homens fortes da delegação sionista na assinatura do Tratado de Versalhes em 1919 onde a Alemanha foi forçada a falência e ao caos social pelos banqueiros sionistas): "Dois anos após o início da Primeira Guerra Mundial, a Alemanha, que então estava ganhando a guerra, ofereceu a Inglaterra e a França a negociação de um acordo de paz, mas os grupos sionistas alemães percebendo a oportunidade fizeram um acordo com a Inglaterra para fazer os Estados Unidos entrar na guerra se a Inglaterra prometesse dar a Palestina aos sionistas."

Em outras palavras, eles fizeram esse acordo: "Nós conseguimos que os Estados Unidos entrem na guerra como aliado de vocês. O preço que vocês têm de pagar a nós é a Palestina depois que vocês ganharem a guerra e derrotarem a Alemanha, a Áustria-Hungria e a Turquia." Eles fizeram essa promessa em outubro de 1916. E pouco depois disso - eu não sei quantos aqui se lembram disso - os Estados Unidos, que eram quase totalmente pró-alemanha porque os jornais e a mídia de comunicação de massa aqui eram controladas pelos banqueiros sionistas que possuíam os maiores bancos comerciais e os 12 bancos do Federal Reserve (os acionistas originais dos bancos da Reserva Federal em 1913 eram os Rockefellers, J.P. Morgan, os Rothschilds, os Irmãos Lazard, Schoellkopf, Kuhn-Loeb, os Warburgs, Lehman Brothers e Goldman Sachs, todos com raízes nos sionistas alemães como na família real inglesa, J.P. Morgan, Carnegie, Bush, Rumsfeld, Clintons, os nazistas que foram trazidos para a CIA, etc. http://land.netonecom.net/tlp/ref/federal_reserve.shtml) e eles eram pró-Alemanha porque queriam usar a Alemanha para destruir o Czar da Rússia e deixar que os comunistas que eles financiaram tomasse o poder. Os banqueiros sionistas da Alemanha - Rothschilds, Rockefeller, Kuhn Loeb e outras grandes firmas bancárias nos Estados Unidos se recusaram a financiar a França e a Inglaterra em um dólar sequer. Elas ficaram de lado e disseram: "Enquanto a Inglaterra e a França estiverem enlaçadas com a Rússia, nenhum centavo!" Elas despejavam dinheiro na Alemanha, lutando com a Alemanha contra a Rússia, para vencer o regime czarista. Os jornais tinham sido todos pró-Alemanha, onde eles tinham estado dizendo as pessoas das dificuldades que a Alemanha estava tendo lutando com a Inglaterra comercialmente e em outros aspectos, então depois de fazer o acordo com a Inglaterra pela Palestina, de repente os alemães não mais eram bons. Eles eram vilãos. Eles eram hunos. Eles estavam atirando em enfermeiras da cruz vermelha. Eles estavam cortando mãos de bebês. E eles não eram bons. Os sionistas em Londres enviaram mensagens para os Estados Unidos, para Justice Brandeis: "Vá trabalhar o Presidente Wilson. Nós conseguimos da Inglaterra o que queremos. Agora você vá trabalhar, e vá trabalhar o Presidente Wilson e trazer os Estados Unidos para a guerra." E isso aconteceu. Logo depois o Presidente Wilson declarou guerra a Alemanha.

O poder da família Rothschild foi evidenciado em 24 de setembro de 2002 quando um helicóptero pousou na grama de Waddedson Manor, seu lar ancestral em Buckinhamshire, Inglaterra. Do lado de fora do helicóptero caminhava Warren Buffet, - apresentado como o segundo homem mais rico do mundo, mas na realidade um jogador da categoria mais baixa - e Arnold Schwarzenegger (o apalpador), naquela época candidato ao governo da Califórnia. Também presentes a esses dois dias de reunião dos financistas e homens de negócios mais poderosos do mundo hospedados por Jacob Rothschild estavam James Wolfensohn, presidente do Banco Mundial e Nicky Oppenheimer, presidente do conselho da De Beers. Arnold passou a segurar o governo de uma das maiores economias do planeta um ano mais tarde.

Que ele foi iniciado na classe dominante na mansão inglesa dos Rothschild sugere que o centro de gravidade do cartel de três centenas de trilhões de dólares é a Inglaterra e a Europa, não os Estados Unidos.

Um artigo recente no London Financial Times indica porque é impossível ganhar uma estimativa precisa dos banqueiros Trilionários. Discutindo a venda do investimento de Evelyn Rothschild na Rothschild Continuating Holdings, afirma-se: ...[isso] requer acordo na avaliação de bens privados cujos valores nunca foram verificados no mercado público. Muitos desses investimentos são mantidos em uma rede complexa de estruturas que visam minimizar as consequências dos impostos (tax efficiency) ao redor do mundo.

As participações acionárias da Rainha Elizabeth II permanecem escondidas atrás de contas designadas. O jornal Guardian relatou em maio de 2002... "as razões para as bruscas variações nas avaliações de sua riqueza particular podem estar presas na discrição sobre seu portfólio de investimentos em ações. Isso é porque não há jeito de seus súditos conhecerem através do registro público de participações onde ela, como sua chefe de Estado, escolhe investir o dinheiro dela. Diferente dos membros do parlamento e agora os Lords, a Rainha não tem de declarar anualmente seus investimentos e como resultado seus súditos não podem questioná-la ou saber sobre potenciais conflitos de interesses... ". De fato, a Rainha até tem um mecanismo extra para assegurar que seus investimentos permaneçam secretos - uma companhia designada chamada Bank of England Nominees. Tem estado disponível por décadas para os chefes de Estado atuais do mundo inteiro para permitir a eles anonimato quando comprarem ações. Contudo, quando uma companhia publica um registro de ação e o Bank of England Nominees é listado, não é possível avaliar se a Rainha, o presidente Bush ou mesmo Saddam Hussein é o verdadeiro acionista.

Por esse método os mestres trilionários do universo permanecem escondidos enquanto a revista Forbes posta bilionários de categoria inferior como Bill Gates e Warren Buffett como os homens mais ricos do mundo. O assessor empresarial aposentado Gaylon Ross Sr., autor do Quem é Quem na elite global, tem recebido dicas de uma fonte particular que a riqueza combinada da família Rockefeller em 1998 era de aproximadamente 11 trilhões de dólares e dos Rothschilds de 100 trilhões de dólares. No entanto, algo do conhecimento de um insider da riqueza escondida da elite está contido neste artigo, "O dólar e a América cairão em agosto de 19?..." na página 1 da edição de 12 de julho de 2001 do jornal russo Pravda. O jornal entrevistou Tatyana Koryagina, uma pesquisadora bolsista sênior do Instituto de Pesquisas Macroeconômicas do Ministério do Desenvolvimento Econômico da Rússia (Minekonom) sobre o assunto de uma recente conferência a respeito do destino da economia americana:

Koryagina: A história conhecida da civilização é meramente a parte visível do iceberg. Há uma economia paralela, política paralela e também uma história paralela, conhecidas dos conspiralogistas. Há [invisíveis] forças atuando no mundo, irreversíveis para [os mais poderosos] países e até mesmo continentes.

Ashley Mote (União Europeia): "Senhor presidente, eu desejo chamar sua atenção para o Fundo de Título Global, criado no inicio dos anos 90 sob os auspícios de Jacob Rothschild. Esse é um fundo baseado em Bruxelas e não é um fundo comum: ele não comercializa, não está listado e tem um propósito totalmente diferente. Está sendo usado para propósitos de engenharia geopolítica, aparentemente sob a orientação de serviços de inteligência." Eu anteriormente perguntei sobre o alegado envolvimento dos recursos da própria inteligência da União Europeia no gerenciamento de fundos de caixa dois em contas de paraísos fiscais, e eu ainda espero resposta. A essa questão eu agora acrescento uma outra: quais são as conexões da União Europeia com o Fundo de Título Global e qual relacionamento ele tem com as instituições da União Europeia? "Recentemente Ashley Mote da União Europeia (UE) fez essa pergunta volátil em uma reunião pública da UE, a questão nunca foi respondida, enquanto o Senhor Mote, meramente por perguntar essa questão, foi imediatamente apagado da lista de cartões de natal da Casa Branca e colocado na lista das dez principais listas de vítimas para serem eliminadas (por assassinato). A vaca de dinheiro dos Illuminati, pastando livremente nos pastos do papel moeda do mundo inteiro, não é chamada de "Elsie", mas em vez disso é chamado Fundo de Titulo Global, um nome realmente significando na linguagem secreta do culto de Fundo Terrorista Global. Em termos simples, é um gigantesco fundo fiduciário ilegal, estimado por investigadores financeiros secretos estrangeiros em 65 trilhões de dólares, fundado para "os dias chuvosos dos Illuminati" e estabelecidos quando é desesperadamente necessário para um pouco de suborno, assassinatos e patrocínio de atividades terroristas mundo afora para desviar atenção de sua máfia bancária. Embora o fundo esteja oculto em segredos e tornado possível pelo sistema de Reserva Federal bancária da civilização ocidental, investigadores tentando bisbilhotar na arca do tesouro secreto dos Illuminati têm descoberto alguns fatos interessantes.

Fonte: http://www.infowars.com/rotschilds-rockefellers-trillionaires-of-the-world/



Reblog this post [with Zemanta]

5 comentários:

Anônimo disse...

Os Rockefeller, os Rothschilds se reunem no clube Bilderberg para combinar a manipulação mundial, a redução populacional, o governo unitário, ou seja, todos os países unidos, uma só religião, e por último, a entrega do mundo, em uma bandeja de prata para o anticristo, satanás, cabeça-de-bode, ou se preferir Moloq. Temos que impedir isso a todo custo, por isso, meu amigo, você que construiu este site, divulgue esta mensagem para todos que você conhece, para e-mails, bloguers, enfim divulgue, para ver se alguém tem uma solução.

Anônimo disse...

a sociedade tem sido enganada, temos que fazer augunha coisa urgente.....eles fazem as pessoas de marionetes, brinquedos presos por cordinhas em uma caixinha minuscula e fechada, que é a mente humana dos.

Anônimo disse...

não tem como fazer nada, o q eles caos q eles vão criar pode ser aquilo previsto na biblia como tribulação. é impossivel impedir eles, um boa maneira é aprender grego e hebraico idiomas em que esta escrito a biblia e tentar compreender direto da fonte. pq não confio nas traduções das religiões tradicionais onde tiraram varias partes (incluse o nome de deus q ninguem fala pq deus não é nome é designação assim como senhor, lord) e colocam versiculos onde não a possibilidades de traduções.

Anônimo disse...

Senhor Jesus esmagará todos esses mauditos e eu vou assistir de camarote.

aerolito disse...

esquece jesus não tem planos aqui nessa terra de satanas , satanas é o dono disso tudo jesus apenas quer resgatar a sua alma para ter vida eterna longe desse mundo dos rotchilds e ....rockfellers