terça-feira, 1 de dezembro de 2009

O Escândalo do ClimateGate demonstra o protecionismo intelectual dos cientistas modernos.

Aquecimento Global?Image by 00maia00 via Flickr



O Escândalo do ClimateGate demonstra o protecionismo intelectual dos cientistas modernos

Segunda-feira, 30/11/2009
Por Mike Adam, editor de NaturalNews.com

(NaturalNews) - A liberação inconveniente de conversas particulares de emails entre cientistas da mudança climática tem sido uma bênção para os céticos. O que aflora dos emails vazados é a descrição de um grupo de cientistas que praticam "protecionismo intelectual" - significando que eles sabem que estão certos e que farão qualquer coisa para proteger suas crenças, mesmo se isso significar esconder ou manipular dados.

Soa familiar? Cientistas da indústria farmacêutica têm praticado isso por décadas. Se você pensa que os emails do ClimateGate são reveladores, apenas imagine que tipo de emails similares estão rodando por aí entre cientistas da grande indústria farmacêutica que rotineiramente manipulam dados de estudos e cometem fraude científica em nome da medicina. Vezes e vezes novamente, vemos revelações de testes clínicos manipulados onde dados são intencionalmente distorcidos a fim de fazer uma droga inútil e perigosa parecer segura e efetiva.

O que os cientistas do ClimateGate e da Grande Indústria Farmacêutica têm em comum é que todos eles abandonaram o princípio central da boa ciência em suas buscas para estarem certos. Mais do que fazer perguntas da natureza e humildemente ouvir as respostas proporcionadas pelos dados, estes cientistas estabeleceram uma posição e decidiram defender essa posição a qualquer custo - até mesmo se isso exigir ocultar ou distorcer dados!

Essa abordagem é totalmente não científica, é claro. Em minha mente, isso põe muito da recente ciência do aquecimento global na mesma categoria da pesquisa da Grande Indústria Farmacêutica: Puro charlatanismo.

Como Christopher Booker explica no The Telegraph, "A razão porque até mesmo George Monbiot do The Guardian expressou total choque e consternação pelo quadro revelado pelos documentos é que seus autores não são apenas um grupo qualquer de velhos acadêmicos. A importância deles não pode ser superestimada. O que estamos observando aqui é o pequeno grupo de cientistas que por anos tem sido o mais influente em impulsionar o alarme mundial sobre o aquecimento global do que qualquer outro, não menor por meio do papel que representam no coração do Painel Intergovernamental de Mudança Climática da ONU (IPCC)." (http://www.telegraph.co.uk/comment/...)

Alegar salvar o planeta não é desculpa para fraude científica.

O aquecimento global pode, certamente, ser um fenômeno real. Mas tentar "provar" pela conspiração para manipular dados a fim de estar certo é absolutamente o caminho errado de cuidar da questão. De fato, essas revelações do ClimateGate desacreditaram profundamente muito da comunidade científica do aquecimento global ao ponto de que qualquer coisa que essas pessoas disserem de agora em diante simplesmente não pode ser acreditada.

E isso é uma vergonha porque permanece a pergunta: E se os cientistas do aquecimento global realmente estiverem certos? E se eles estiverem certos por todas as razões erradas, e se eles deixaram seus egos e o orgulho profissional ficarem no caminho da condução da verdadeira ciência, assim desacreditando completamente a ideia que eles estão tentando provar? É uma possibilidade que faremos bem em considerar.

Mas, dos seus emails liberados, é bastante claro que esses cientistas estavam manipulando dados para fazer a "ciência" se adequar as suas crenças. Eles não estavam concentrados unicamente nos fatos reais; Eles estavam interessados em encaminhar suas teorias de mudança climática usando quaisquer meios necessários - inclusive trapaça científica.




Reblog this post [with Zemanta]

Nenhum comentário: