domingo, 14 de fevereiro de 2010

O movimento "verde" pode ter uma agenda mais obscura.

wwfImage by Barbara.Doduk via Flickr

O movimento "verde" pode ter uma agenda mais obscura.

Por Frank Malloy
courierpostonline.com

Muitos de nós lembramos aquele aviso preocupado do coelho nervoso, ou a versão posterior de Chicken Little, nas histórias de nossa juventude. Essa mesma mensagem está sendo escutada agora novamente pelos semelhantes a Al Gore com seu filme "Uma Verdade Inconveniente".

O filme aparentemente mostra os danos ecológicos e ambientais sendo causados ao nosso planeta por nós humanos. Gore agora ganhou o Prêmio Nobel da Paz.

Alguns, contudo, ousariam discordar do ex-vice presidente sobre o encolhimento das geleiras dos himalaias, a cobertura de neve do monte Kilimanjaro, a expansão do deserto africano e o derretimento das camadas de gelo da Groenlândia e da Antártica.

Muitos deles são pessoas instruídas, tal como James taylor, pesquisador sênior de política ambiental no Instituto Heartland, que afirma que Gore distorce a ciência e ignora dados que contrariam sua teoria d aquecimento global. Assim, o que está acontecendo? Esse é o mesmo cara que supostamente inventou a internet há alguns anos atrás.

Alguns ambientalistas, como príncipe Phillip da Inglaterra, anteriormente o presidente do Fundo Mundial da Vida Selvagem (WWF), estão nos mostrando a mão escondida por trás do movimento eco-ambiental.

Quando perguntado o que ele gostaria se ele fosse reencarnar, ele disse que gostaria de retornar como "um vírus assassino para baixar a taxa da população humana." Infelizmente, como um proponente de longa data do controle da população, ele não estava brincando.

Para descobrir a respeito dos "verdes", temos de prestar atenção ao que esses que parecem ser os líderes estão dizendo. Tem esse movimento para salvar o planeta outra agenda mais obscura como o controle da população?

Todo mundo quer água e ar limpos. Todo mundo é favor de não destruir nosso planeta. Nem todo mundo, contudo, é de opinião extrema que a fim de realizar essas coisas, devemos reduzir drasticamente os níveis da população humana.

Pedra Fundamental

Mikhail Gorbachev, ex-presidente da Rússia, fundador da Fundação Gorbachev e diretor da Cruz Verde Internacional, afirma que a crise ambiental é a pedra fundamental da Nova Ordem Mundial. Ele também co-autor, junto com Steven Rockefeller, da Carta da Terra da ONU.

A Carta da Terra é uma espécie de Dez Mandamentos do meio ambiente destinada a se tornar uma crença universalmente adotada que preparará as crianças do mundo para aceitarem a necessidade de um Governo Mundial para salvar o planeta.

À declaração de Gorbachev no Fórum Mundial em 1995, o filósofo e autor Sam Keen disse na reunião das elites que a crise ecológica é uma crise de população, enquanto os apressava para a sexualidade, a contracepção e o aborto.

Ele sugeriu mais, "Corte a população em 90% e não haverá pessoas suficientes para fazer uma grande quantidade de estrago ecológico. Assustador, não é? E quem decide sobre os 10% que vai ficar?

Considere o artigo do oceanógrafo Jacques Cousteau na ONU em 1991 no guia de turismo da UNESCO, de acordo com o qual ele pedia pela eliminação de 350.000 pessoas por dia a fim de "estabilizar a população mundial." Estas pessoas são sérias. Até onde elas irão para realizar suas metas?

Especialistas que publicam visões discordantes do aquecimento global e os fatos constatando suas visões não conseguem atenção da mídia. "A Bomba Populacional" histérica de Paul Erhlich foi um sucesso de vendas, mas um fracasso com a bola de cristal. Suas previsões de fome global e milhões morrendo de fome estavam todas erradas. Todavia, sua maneira de resolver todas essas doenças foi muito familiar - "o controle populacional é a resposta."

Conversa Franca

Conseguimos uma conversa franca com S. Fred Singer, um físico do clima, que co-escreveu o livro "Irreversível Aquecimento Global: A cada 1500 anos." Nele ele escreve "tivemos a teoria do efeito estufa sem nenhuma evidência para apoiá-la - exceto por um aquecimento moderado tornado em assustadores modelos de computador cujos resultados nunca foram verificados com eventos do mundo real."

Samantha Smith, autora do livro de 1993, "Deusa Terra," escreve que o socialismo mundial é a meta primária do movimento ambiental e alcançá-lo, "americanos independentes tem de estar assustados, bem como envergonhados com a conformação a uma agenda internacional pedindo uma administração da Terra, estilo de vida simples e a redistribuição da riqueza do mundo."

Olhe atentamente por trás do medo ambiental e coisas como guerra, fome, aborto e eutanásia. Estão suas crianças sendo educadas pela Carta da Terra?

Está o céu realmente caindo? O aquecimento global é "uma verdade inconveniente ou uma mentira conveniente e a mais nova versão de Chicken Little nos apressando para uma "Nova Ordem Mundial" sem Deus?

Talvez um nome mais apropriado para o filme de Gore devesse ser "Tigre agachado, Dragão escondido."

Fonte: http://www.courierpostonline.com


Nenhum comentário:

Fortalecer a Máquina do Governo Mundial: A Era da Política Espiritual Global

Forcing Change , Volume 9, Edição 5. Autor : Carl Teichrib. É impressionante o que o tempo revela. Meses atrás, tive a oportunid...