quinta-feira, 20 de maio de 2010

Terra entrou em mini-era glacial, diz relatório

McCartney and Pachauri: "Less Meat = Less...Image by European Parliament via Flickr

Terra entrou em mini-era glacial, diz relatório

Luis Dufaur | 19 Maio 2010

O fenômeno é bem conhecido pelos cientistas sérios. Porém, como fere o mito do "aquecimento global" a mídia e os ativistas alarmistas menosprezavam-no aduzindo ser invenção de "céticos" pagos pelas multinacionais.

A Terra ingressou numa mini-era de gelo que poderá durar entre 60 e 80 anos e diminuirá a temperatura global em 0,2º C segundo relatório do Instituto de Geofísica da Universidade Nacional Autônoma de México (UNAM), noticiou "La Nación" de Buenos Aires.

O investigador Víctor Manuel Velasco explicou que o fenômeno é causado pela diminuição da atividade solar que vem sendo registrada há anos.

Velasco estudou os períodos glaciais e interglaciais da Terra e a variabilidade solar. Os resultados apóiam uma teoria que poderá quantificar a diminuição da atividade solar e seu impacto na Terra.

"Hipótese alguma sobre mudança climática consegue explicar por que acontecem esses períodos", esclareceu ele.

Para o cientista, a diminuição da temperatura global é devida a "um ciclo natural da natureza" já verificado em outros séculos com lapsos de 120 anos e que depende exclusivamente do sol.

Já em 2010 partes do planeta entraram nessa "mini" era de gelo e "as ondas de neve históricas que estão acontecendo no mundo são mostra disso", acrescentou.

Por exemplo, no século VI houve um mínimo de atividade solar conhecida como "mínimo medieval". Posteriormente veio o "período quente medieval", seguido de mais uma mini era de gelo no Ancien Régime e um novo período quente que se prolongou até o fim do século XX.

O fenômeno, aliás, é bem conhecido pelos cientistas sérios. Porém, como fere o mito do "aquecimento global" a mídia e os ativistas alarmistas menosprezavam-no aduzindo ser invenção de "céticos" pagos pelas multinacionais.

Agora, o fracasso da conferência de Copenhague, o desvendamento em série de fraudes científicas praticadas pelo IPCC e evidenciadas no "Climagate", tornaram mais fácil que informações importantes como os fornecidos pela UNAM cheguem ao grande público.

Luis Dufaur edita o blog Verde, a cor nova do comunismo - http://ecologia-clima-aquecimento.blogspot.com/

Fonte: www.midiasemmascara.org


Reblog this post [with Zemanta]

2 comentários:

FM disse...

Na realidade esse artigo falha ao dizer que não está havendo aquecimento global. Os cientistas sérios sabem que a atividade solar vem caindo há dois ciclos e, ainda assim, tivemos recordes de temperatura no início do século XXI (na Europa houve mortes por causa do excesso de calor como nunca antes, se não me engano em 2002 ou 2003).

O que ocorre é que graças a essa queda na atividade, que se tornou mais acentuada principalmente a partir de meados de 2009, o aquecimento global provocado pela emissão de gases poluentes terá seu efeito atenuado, podendo até mesmo ocorrer uma ligeira queda de temperatura nas próximas baixas (haverá um novo pico em 2013, que será similar a fase mediana do ciclo solar anterior). Você está indo na direção certa quando fala da mini era do gelo, mas falta aprender a avaliar o quadro como um todo.

o observador disse...

Olá FM, obrigado pelo comentário, mas não sou eu quem está dizendo isso.

Há várias outras postagens sobre esse assunto no blog constestando o aquecimento global, inclusive de um famoso cientista russo que afirma que a terra está entrando em uma mini era do gelo.

Você já notou como depois de Copenhagen e sua desastrosa reunião esse assunto saiu da pauta da imprensa mundial? Isso aconteceu exatamente porque descobriu-se que as coisas não eram como as apresentadas pelos relatórios fraudulentos do IPCC da Onu.

Fortalecer a Máquina do Governo Mundial: A Era da Política Espiritual Global

Forcing Change , Volume 9, Edição 5. Autor : Carl Teichrib. É impressionante o que o tempo revela. Meses atrás, tive a oportunid...